Polícia prende suspeitos de roubo de aeronaves para tráfico de drogas

Abordagem da Polícia Ambiental do Paraná foi na área rural de Santa Terezinha de Itaipu - Foto: Divulgação

Além de quatro presos e um menor apreendido, foram retidos pistola, revólver, veículo roubado e simulacro de fuzil; um dos detidos já foi preso transportando cocaína.

Após abordagem a um veículo na área rural de Santa Terezinha de Itaipu (PR), nesse domingo, 9, a Polícia Ambiental do Paraná prendeu quatro pessoas e apreendeu um menor. Eles são suspeitos de integrar quadrilha de assaltantes de aeronaves para o tráfico de drogas no Paraguai. A polícia avalia que o grupo estava prestes de executar um crime.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

Foram aprendidos uma pistola nove milímetros, um revólver calibre 22 e um simulacro de fuzil. Também foram retidos seis celulares, dois aparelhos de GPS e um galão com cinco litros de gasolina, que provavelmente seria utilizado para queimar o veículo após o possível crime.

O veículo tinha a placa clonada, segundo a assessoria da Polícia Ambiental, com registro de roubo em Curitiba (PR). Os suspeitos foram levados para a 6.ª Subdivisão Policial em Foz do Iguaçu (SDP).

Armas, celulares e aparelhos GPS foram retidos pela Polícia Ambiental – Foto: divulgação

“Após averiguação com outras forças de segurança, foi verificado que os mesmos possivelmente pertenciam a uma quadrilha que efetuava o furto de aeronaves para transporte de drogas no Paraguai”, informou a Polícia Ambiental. O que reforça essa suspeita é que um dos aparelhos GPS estava ligado, marcando uma rota de tráfego aéreo.

Esse ponto de partida indicado no GPS corresponde a um aeroporto na cidade de Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia que faz fronteira como Brasil, e continha “um hangar e duas aeronaves, provavelmente o possível local do crime”, ressaltou a força policial.

Um dos acusados é paraguaio e, segundo a polícia, seria o piloto. Isso porque “foi preso anteriormente em uma aeronave transportando cocaína no Paraguai”, finalizou a Polícia Ambiental do Paraná, que atua em Foz do Iguaçu e região.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.