Ponte da Bioceânica atinge 50% do cronograma de obras

Financiada pela diretoria paraguaia de Itaipu, via fará a ligação entre Porto Murtinho (MS) e Carmelo Peralta, criando um novo eixo rodoviário.

Apoie! Siga-nos no Google News

Financiada com recursos da diretoria paraguaia de Itaipu, a Ponte da Bioceânica, que fará a ligação entre Porto Murtinho (MS) e Carmelo Peralta (Paraguai), atingiu a marca de 50% de execução do cronograma de obras, conforme balanço divulgado nessa semana.

Leia também:
Entidades da fronteira pedem abertura da Ponte da Integração

De acordo com o Ministério de Obras Públicas e Comunicações (MOPC) do Paraguai, já foram desembolsados, até o momento, G$ 390,6 bilhões (R$ 269,1 milhões), correspondendo a 60,8% dos pagamentos previstos.

Trabalhos começaram pela margem paraguaia, que está com obras mais avançadas. Foto: Gentileza/MOPC Paraguay
Trabalhos começaram pela margem paraguaia, que está com obras mais avançadas. Foto: Gentileza/MOPC Paraguay

“Atualmente, os trabalhos estão concentrados nos pilares principais 13 e 14, bem como na construção de concreto nos pilares do lado brasileiro e na conclusão dos pilares 12 e 10 do lado paraguaio”, informa o MOPC, em nota à imprensa.

Margem paraguaia (ao fundo) e margem brasileira (em primeiro plano). Foto: Gentileza/MOPC Paraguay
Margem paraguaia (ao fundo) e margem brasileira (em primeiro plano). Foto: Gentileza/MOPC Paraguay

“A nova passagem fronteiriça é considerada o elo central da Rota Bioceânica, que conectará os dois oceanos através do Chaco paraguaio, levando do Brasil até a fronteira com a Argentina”, descreve a pasta, em referência ao itinerário que inclui também ligações rodoviárias já existentes entre Argentina e Chile.

Panorâmica da obra, vista da margem brasileira do Rio Paraguai. Foto: Gentileza/MOPC Paraguay
Panorâmica da obra, vista da margem brasileira do Rio Paraguai. Foto: Gentileza/MOPC Paraguay

Iniciada em janeiro de 2022, a Ponte Bioceânica faz parte do pacote anunciado por Itaipu em dezembro de 2018, pelo qual a diretoria brasileira ficaria responsável por financiar a construção da Ponte da Integração, entre Foz do Iguaçu e Presidente Franco, e a diretoria paraguaia bancaria a ponte sobre o Rio Paraguai, com previsão de entrega em 2025.

Previsão de conclusão é para 2025. Foto: Gentileza/MOPC Paraguay
Previsão de conclusão é para 2025. Foto: Gentileza/MOPC Paraguay
LEIA TAMBÉM
1 comentário
  1. Afonso Celso de Vasconcellos Diz

    Paraguay, este sim o país do futuro na América do Sul.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.