PRF apreende quase 500 mil maços de cigarros do Paraguai em menos de 24 horas

Apreensões ocorreram na Região Oeste - Foto: DIvulgação/PRF

Prejuízo ao esquema de contrabando chega a R$ 1,6 milhão; quatro pessoas foram presas.

Em três intervenções na Região Oeste, policiais rodoviários federais apreenderam 470 mil maços de cigarros contrabandeados do Paraguai, em pouco menos de 24 horas. O prejuízo ao crime organizado foi estimado em R$ 1,6 milhão, e quatro pessoas foram presas.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

As abordagens da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foram entre a tarde de segunda-feira, 24, e a madrugada de terça-feira, 25. Além do cigarro e das prisões, foram retirados de circulação quatro veículos.

Em Guaíra (PR), policiais em fiscalização na Ponte Ayrton Senna deram ordem de parada ao caminhão Mercedes-Benz 1113, com placas de Redentora (RS), que ignorou e fugiu. Ele foi parado dentro do município, com 200 mil maços de cigarros paraguaios.

“O motorista, que possui carteira nacional de habilitação apenas para motocicleta, pegou o caminhão em Iguatemi, no estado do Mato Grosso do Sul, e levaria até Umuarama (PR)”, segundo a assessoria da PRF. Ele foi preso em flagrante.

Nesta madrugada de terça-feira, houve duas interceptações de cigarros em Quarto Centenário (PR), nas quais 270 mil maços foram retirados de circulação. “A primeira apreensão ocorreu após a equipe dar ordem de parada a dois veículos. Os condutores desobedeceram e empreenderam fuga em alta velocidade”, reportou a Polícia Rodoviária Federal.

Os veículos foram abordados em seguida. Um Volvo XC60 estava carregado com cigarros contrabandeados, restando apenas espaço para o motorista. “Um veículo Golf deslocava à frente com o objetivo de informar a presença de fiscalização policial. Duas pessoas foram presas”, informou a força policial.

Enquanto recolhiam os veículos, os policiais detectaram atitude suspeita de um motorista com caminhão-baú. Parado, ele disse transportar frangos, mas demonstrou nervosismo. Questionado uma vez mais, confessou levar cigarros e foi preso.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.