Temporal causa estragos em cidade paraguaia da fronteira

Fenômeno ocorreu em Naranjal, localidade que já tinha sido atingida, em agosto do ano passado, por fenômeno semelhante.

Apoie! Siga-nos no Google News

Localizada cerca de 90 quilômetros ao sul de Ciudad del Este, a cidade agrícola de Naranjal foi atingida, nessa quinta-feira (1.º), por um temporal que provocou estragos como o destelhamento de imóveis e queda de árvores.

Leia também:
Fim de semana terá sensação acima dos 40°C em Foz do Iguaçu

De acordo com os diários digitais La Clave e Ahora CDE, o fenômeno ocorreu durante a tarde e durou poucos minutos, com os ventos danificando locais como o pavilhão da Festa Nacional da Costela, cujas edições anuais atraem grande quantidade de frequentadores.

“O centro comunitário, localizado também no núcleo urbano central, foi afetado pelas rajadas de vento. Além disso, parte do teto de uma escola na mesma área foi danificada”, descreve o La Clave, citando ainda a queda de árvores na avenida principal de Naranjal.



Já o Ahora CDE publica que “a Direção de Meteorologia alertou sobre as condições climáticas severas para a porção sul do Alto Paraná e um dos municípios afetados foi Naranjal. Os dados assinalam que a Colonia San Alfredo é a mais afetada pelos fortes ventos, que foram seguidos por uma chuva copiosa”.

Em agosto do ano passado, Naranjal foi atingida por um temporal que provocou estragos em grande parte do perímetro urbano. Na ocasião, o município decretou calamidade e solicitou o apoio de órgãos nacionais como a Secretaria de Emergência Nacional (SEN), que colaborou com o fornecimento de telhas e outros insumos.

LEIA TAMBÉM