Fundação de previdência de empregados de Itaipu já veio para Foz

Depois dos escritórios de Itaipu em Curitiba e Brasília, a transferência de 30 empregados da fundação previdenciária Fibra, marca o fim de um ciclo de migração e fechamento de unidades de atendimento da margem brasileira da usina binacional, iniciado em 2019.

Até  dezembro, a Fibra mantinha grande parte de sua estrutura na capital paranaense.

Com o encerramento da transferência, são cerca de 150 empregados de Itaipu e da Fibra que passam a estar concentrados na cidade-sede da binacional.

A medida está em alinhamento com a reestruturação da gestão adotada pelo general Joaquim Silva e Luna, desde quando assumiu a Diretoria Geral Brasileira de Itaipu, no final de fevereiro de 2019.

Alguns empregados da Fibra que chegaram a Foz no final de dezembro permanecem transitoriamente em um hotel no centro da cidade.

PLANEJAMENTO

Com a transferência dos empregados da Itaipu lotados na capital paranaense, entre agosto de 2019 e janeiro de 2020, o passo seguinte foi planejar também a mudança de endereço da fundação, que é responsável pela administração do plano previdenciário dos funcionários brasileiros da empresa e que ocupava parte das salas do Edifício Parigot de Souza, mesmo local do escritório de Itaipu.

A transferência da Fibra para Foz do Iguaçu foi aprovada pelo Conselho Deliberativo com base em estudos técnicos. A migração começou em março de 2020.

Em setembro do ano passado foi assinada a ordem de serviço da construção da nova sede da Fibra em Foz do Iguaçu, cuja previsão de conclusão é entre fevereiro em março deste ano, num total de cinco meses de obra.

Ordem de serviço para construção da sede da Fibra em Foz foi assinada em setembro de 2020. Foto Sara Cheida

O investimento de R$ 5,2 milhões foi aportado pela usina. O terreno com mais de 5.300 m², na Vila A, próximo ao Centro Executivo, foi cedido pela Itaipu. O projeto é da Stadium Arquitetura.

“Em Foz, a Fibra ficará mais perto de seus assistidos e da administração central, agilizando o processo de tomada de decisões”, diz Silva e Luna.

E complementa: “Agora todos estamos juntos num mesmo propósito, que é o de melhor servir à nossa gente, empregados, assistidos e a comunidade como um todo”.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.