Voluntários percorrem praças, ruas, terminal de ônibus e favelas - Foto: Divulgação

Solidariedade em noite fria: Projeto Sopão distribui comida e cobertores a moradores de rua nesta quarta

A Kombi do projeto social percorrerá cerca de 80 quilômetros entregando sopa, marmitas e chá quente.

A programação do Projeto Sopão em Foz do Iguaçu, nesta quarta-feira, 28, previa a oferta do banho itinerante. Com a queda da temperatura de inverno, os voluntários decidiram incluir no cardápio solidário alimentos e cobertores para pessoas em situação de rua.

Por volta das 19h30, a Kombi do projeto dará início ao roteiro de 80 quilômetros por praças, imóveis abandonados, vias públicas, terminal de ônibus e favelas com 115 quilos de sopa. Também serão distribuídas marmitas, salada de fruta, chá e pão com doce, informou o coordenador do projeto, Johnson Mateus Santos.

Os voluntários do Projeto Sopão também entregarão 40 cobertores para aquecer com solidariedade quem passará a noite nas ruas e avenidas iguaçuenses. “Hoje estava previsto o projeto do banho. Como está frio, não vamos perder tempo, levaremos os alimentos que distribuímos aos sábados e cobertores”, explicou Johnson.

Voluntários preparam o sopão que será servido nesta quarta-feira – Foto: Divulgação

Os voluntários saem com os alimentos da região do Jardim Itália, base do projeto. O trabalho termina perto da 1h. Cerca de 280 moradores de rua são beneficiados com a comida, banho e demais doações do projeto. De acordo com Johnson, a demanda por comida aumentou por causa da pandemia, e o período de inverno exige ainda mais solidariedade.

O Projeto Sopão existe há 17 anos, sendo mantido basicamente por doações, trabalho voluntário e recursos arrecadados nos semáforos de Foz do Iguaçu, por uma equipe de apoiadores que utilizam personagens infantis. Para ajudar, entre em contato: (45) 99904-9733.

Assistência

A Secretaria Municipal de Assistência Social informou que ampliou as vagas nas três casas de passagem para atendimento a pessoas em situação de rua devido ao frio. Atualmente, são 140 vagas nesses locais de acolhimento, que serão incrementados com mais 41. Segundo o órgão, o serviço de abordagem social “atua diariamente para oferecer abrigo às pessoas em situação de rua”.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

Paulo Bogler - H2FOZ tem 1283 posts e contando. Ver todos os posts de Paulo Bogler - H2FOZ

error: O conteúdo protegido !!! Este conteúdo e de exclusividade do H2FOZ.