Vai ter uva-passa? Produtos da ceia de Natal estão até 95% mais caros; confira os preços

Uva-passa (preta) está em média 91,4% mais cara. Lista é liderada pelo lombo suíno. Foto: Pexels

Eterna divisora de opiniões nesta época do ano como ingrediente (ou não) das ceias natalinas, a uva-passa (preta) está em média 91,4% mais cara em Foz do Iguaçu na comparação com 2020. A informação faz parte de um levantamento realizado pelo Centro de Pesquisa Econômica Aplicada (Cepecon) da Unila, que também considerou outros alimentos típicos desta época do ano.

Mais caro que a uva-passa só o mesmo o quilo do lombo suíno, que teve aumento médio de 95,5% no período. Outro “vilão” do bolso é o frango, que subiu 80,5% na mesma comparação. Dos 17 alimentos pesquisados, apenas dois tiveram desvalorização: o carvão vegetal (-5,1%) e as nozes (-37,7%). Confira o gráfico:

Apesar dos preços altos, nem tudo está perdido. O mesmo levantamento mostrou que uma boa pesquisa pode ajudar, e muito, na economia das festas de fim de ano. A diferença entre os locais de compra chegou a 76%.

Cesta básica: aumento de 0,7% em dezembro

Em relação aos itens da cesta básica, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC-Foz) de dezembro de 2021 registrou um aumento de 0,7% em relação ao mês anterior (novembro). Entre os itens com maior aumento destacam-se os pescados (12,6%) e as frutas (7,7%).

Por outro lado, o preço de carnes e peixes industrializados caiu 13,22% no período, assim como tubérculos, raízes e legumes estão 10,38% mais baratos. Dentro dos tubérculos, destaque para a queda de 32,6% no preço médio da batata, em decorrência da intensificação da colheita da safra das águas. O tomate também apresentou diminuição no preço de 34,2% com o aumento da oferta.

Veja o balanço mensal:

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Vacy Junior - H2FOZ

Vacy Alvaro é repórter e coordenador dos infográficos do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

-->