Os 60 anos de história do Country Club pelas memórias de um dos fundadores

O empresário Osvaldo Damião fala das seis décadas do clube e volta ao tempo apresentando um recorte histórico de Foz do Iguaçu. Assista à entrevista. 

Houve um tempo em que a vida social de parte dos iguaçuenses estava ligada aos clubes. Um deles, o Country Club, acaba de completar 60 anos, mantendo-se ainda hoje com as portas abertas para associados. A entrada fica na Rua Castelo Branco, em área que se estende por 75 mil metros quadrados.

Leia também: Country Clube: 60 anos de boas memórias

Essa trajetória de seis décadas é rememorada pelo empresário Osvaldo Damião, um de seus fundadores, que ao resgatar a atuação do clube também traz um recorte histórico de Foz do Iguaçu. Ele foi entrevistado no programa Marco Zero, produção conjunta semanal do H2FOZ e da Rádio Clube FM.

O Marco Zero é um programa conjunto produzido pelo H2FOZ e Rádio Clube FM. Entrevista, opinião, enquete, entretenimento, esporte, cultura e agenda. Todo sábado, das 10h às 12h. Participe do grupo no Whatsapp para receber as novidades.  https://bit.ly/3ws5NT0

Assista à entrevista:

O Country Club foi criado em maio de 1961, a partir do pedido do ainda jovem Osvaldo a seu pai, Antônio Ferreira Damião, para poder jogar tênis. “Meu pai aceitou a ideia, mas disse que o clube começaria com a piscina, porque pouca gente jogava tênis naquela época e a cidade era muito quente”, conta.

Para tirar a ideia do papel, foram reunidas pessoas interessadas na fundação do Country Club, e iniciou-se a captação de fundos entre elas. O terreno foi comprado, as obras tiveram início, e a piscina, inaugurada. “Meu pai deu o primeiro mergulho, e o clube nos trouxe grandes alegrias”, recorda Osvaldo.

Na entrevista, o empresário relembra os tempos áureos dos clubes sociais e a relação com a cidade. “Os carnavais eram espetaculares, tínhamos os blocos, era uma festa de quatro noites. O piso do Country Club era de madeira, e com a folia levantava um poeirão”, lembra.

Nestas seis décadas, o clube também investiu em infraestrutura para diferentes esportes, bailes e eventos em que moradores de Foz do Iguaçu eram homenageados. “Lembro quando o Sérgio Chapelin, que era um ícone da TV Globo, fez a entrega de homenagens às pessoas de destaque. Dá muita saudade lembrar daquela época”, emociona-se Osvaldo Damião.

Na década de 1970, com as obras da Itaipu Binacional, a prefeitura projetou a Avenida Paraná passando pela área do Country Club. “O clube foi cortado em dois, sendo ligado por um túnel que fica embaixo da avenida. Acho até que foi feito um mau acordo na época.”

Hoje, o clube oferece aulas de tênis, judô e dança. A estrutura para eventos é formada por um salão, além da área campestre com quiosques e churrasqueiras. Para saber mais, acesse facebook.com/fozcountryclube.

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.