A guerra e a coceira do outro

De olho na queda da popularidade o presidente dos EUA, Joe Biden, sinaliza em apoio a pausa na guerra.

Apoie! Siga-nos no Google News

Aida Franco de Lima – OPINIÃO

Eu estava vendo o Twitter outro dia, e uma pessoa questionava sobre a banalização da violência, sobre o genocídio que está acontecendo na Faixa de Gaza, com Israel bombardeando civis, em retaliação ao ataque terrorista do Hamas. E alguém escreveu que morava no Rio e não ia coçar a coceira dos outros. Que já tinha problemas demais para preocupar-se.

Sim, a maior parte das pessoas está com suas próprias coceiras, seus problemas pessoais. É a enchente no Sul, a seca na Amazônia, as balas perdidas no Rio, a greve dos metroviários em São Paulo. É o post