Chuva não para. E Inmet faz novo alerta para risco de temporais

Olha a situação em que está (ou estava?) a barragem do Passaúna, uma das que abastecem a região de Curitiba. Foto Gilson Abreu

Semana será chuvosa, segundo as previsões, talvez com um ou dois dias ensolarados de trégua.

Já choveu bastante, em Foz do Iguaçu. Só neste domingo deve chover cerca de 80 milímetros, de acordo com o Tempo Agora. Isto representa um pouco menos do que choveu durante todo o mês de setembro.

E chove também em todo o Paraná, o que deverá contribuir para amenizar os problemas de abastecimento de água em vários municípios, inclusive Curitiba.

MAPA DOS TEMPORAIS

O Inmet voltou a emitir alerta laranja para temporais em todo o Paraná. O aviso entrou em vigor às 10h deste domingo e segue até as 11h de segunda-feira. A cor laranja representa “perigo”.

Chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 km/h) e queda de granizo. Risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e de alagamentos.

Instruções:

Em caso de rajadas de vento: (não se abrigue debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda).

Se possível, desligue aparelhos elétricos e quadro geral de energia.

Obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

NA SEMANA

E vem mais chuva ao longo da semana. Pra continuar com o Tempo Agora, serão 6 mm na segunda-feira, trégua na terça-feira, 20 mm na quarta, 32 mm na quinta, 14 mm na sexta, 18 mm no sábado e 12 mm no domingo.

O Simepar confirma chuva na segunda e trégua na terça. Na quarta e quinta, mais chuva. Nova trégua na sexta-feira e final de semana novamente chuvoso.

O AccuWeather prevê “tempestades intensas a partir de quarta-feira, 6.

Pro Inmet, chuvas seguem até quinta-feira, último dia da previsão estendida do serviço.

As temperaturas devem permanecer abaixo dos 30 graus, todos os dias (o Inmet prevê 30 graus na quarta-feira).

MÊS DAS DÚVIDAS

Por enquanto, tudo indica que os primeiros 10 dias de outubro serão chuvosos. Segundo o meteorologista Tiago Robles, da Tempo.com, outubro é “o mês mais delicado e complicado de prever da primavera”.

Com uma atmosfera que não responde aos principais fatores climáticos, “as incertezas são muito grandes para o outubro”, disse, ainda.

É que outubro marca de fato a transição do período seco para o período úmido no Brasil. Mas essa transição pode ocorrer tanto no início quanto mais para o final do mês.

Parece que veio no início.

Pode ser o fim da crise no abastecimento de água na Grande Curitiba, onde as barragens estavam com níveis cada vez mais assustadoramente baixos.

E, se outubro vier com chuvas também para o Sudeste brasileiro, pode reduzir a possibilidade de apagões no setor elétrico, já que a região concentra a maioria das usinas do País (inclusive Itaipu, que para o sistema elétrico pertence ao Sudeste).

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ tem 1048 posts e contando. Ver todos os posts de Claudio Dalla Benetta - H2FOZ