Cassino “legal” no carnaval: entenda como aconteceu

Foto: Michal Parzuchowski Unsplash

Espaço no camarote do Sambódromo do Anhembi teve cassino legal com mesas de apostas, crupiê, carteado, roletas e as tradicionais cigarette girls.

Ainda em fevereiro deste ano o Brasil aprovou na Câmara dos Deputados um Projeto de Lei (PL 442/91) que legaliza a operação dos cassinos no país, o PL agora segue para o Senado Federal. No entanto, alguns foliões puderam desfrutar de uma prévia deste entretenimento por aqui, em um evento realizado durante o carnaval de São Paulo.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

O disputado Camarote Bar Brahma que foi montado no Sambódromo do Anhembi com mais de 7 mil m², que contou com uma série de atrativos de entretenimento, como estação de massagem, dois palcos para shows, open bar e até mesmo um cassino “legal” para a diversão dos foliões.

O cassino foi uma atração que estava disponível nos três diferentes setores do camarote (CBB, Varanda Premium e Área VIP, com ingressos que tiveram valores entre 790 reais e 2.190 reais). Para se adequar a atual legislação, o espaço contou com moeda própria, batizada Camaroteco, que era trocada por produtos do Camarote Bar Brahma e não por moeda real.

Todos os foliões do camarote receberam 20 Camarotecos logo na entrada do espaço, mas quem desejou adquirir mais também pôde comprar cotas extras. A atividade foi realizada por profissionais de uma empresa especializada no setor de cassinos, por isso, todas as interações foram idênticas às de um espaço real, tal qual ocorre em Las Vegas, Monte Carlo ou Macao.

Sobre o espaço, Cairê Aoas, sócio da Diverti, produtora do camarote, afirmou que “Nossa ideia é aumentar a experiência de entretenimento para os clientes no Camarote Bar Brahma, permitindo que ele vivencie momentos disruptivos de lazer e proporcionando a imersão no universo dos cassinos, que ainda é uma experiência pouco presente no Brasil, além de abrir a possibilidade de se divertirem ganhando prêmios”.

O evento foi considerado um sucesso pela produtora, que promete repetir a dose no próximo carnaval. Como já é de costume, o espaço foi devidamente incorporado por outras produtoras em outras festividades em todo o Brasil, assim como ocorre com os palcos e shows exclusivos.

Por hora, quem deseja se divertir nos cassinos e não desembolsou mais de R$ 2.000 para comparecer ao evento do Camarote Bar Brahma em São Paulo, só resta recorrer às alternativas online. No entanto, é importante escolher as melhores plataformas, por isso, confira a lista de cassinos online no Brasil mais referenciados segundo o grupo Midiamax.

A atividade online é completamente legalizada, com as instituições devidamente auditadas nos locais onde estão instaladas fisicamente. Aos apostadores brasileiros que obtiverem lucros recorrentes, é só declarar os ganhos para o recolhimento obrigatório do Imposto de Renda que não há implicações legais.

E você? Tem interesse em frequentar um cassino instalado em terras brasileiras, acha que a atividade será benéfica a economia, seja como atrativo turístico ou devido a geração de postos de trabalhos diretos e indiretos? Ou só frequentaria um espaço como o criado para o carnaval, como entretenimento sem a pretensão de lucros e uma moeda real?

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

NEGÓCIOS

Esta página faz parte da seção Negócios e não integra o conteúdo jornalístico do H2FOZ.