Ambientalismo e fim do mundo

Leia a opinião de José Afonso de Oliveira, sobre o ambientalismo

Apoie! Siga-nos no Google News

Prof. José Afonso de Oliveira | OPINIÃO

Hoje tão discutido, o ambientalismo começa a ser uma preocupação científica lá pelos anos 1960, no século passado.


A comunidade científica, na sua grande maioria de membros, desconhece essa questão ambiental e, por isso mesmo, trata com desprezo os que manifestam as suas preocupações com o presente e, mais ainda, com o futuro.


De outra forma, o ambientalismo, enquanto moda, cai nos gostos e desejos dos jovens, muitas vezes rebeldes da década de 1960 que desejam criar um novo mundo, uma nova realidade social.
Mas tudo isso vinha atrelado à ideia e à prática do desenvolvimento, isto é, fazer a economia crescer para poder depois dividi-la com todos.


Para que isso fosse uma realidade, era necessário que não houvesse qualquer tipo de limite e de controle por parte do Estado sobre a sociedade.


Essa é a ideia central da sociedade que vai marcar o seu contraponto com o ambientalismo em nossa civilização e que está ainda muito forte em nossa sociedade ocidental.

Este texto é de responsabilidade do autor/da autora e não reflete necessariamente a opinião do H2FOZ.

LEIA TAMBÉM
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.