Prefeitura confirma terceira morte por dengue em Foz do Iguaçu

A vítima estava internada no Hospital Municipal devido a quadro grave da doença.

Apoie! Siga-nos no Google News

Por meio da Vigilância Epidemiológica, a prefeitura confirmou a terceira morte por dengue em Foz do Iguaçu no ano epidemiológico 2022–2023. A informação foi divulgada nesta segunda-feira, 20.

LEIA TAMBÉM: Foz do Iguaçu decreta emergência contra dengue e chikungunya

Os exames foram feitos pelo Laboratório Central do Estado (Lacen). A vítima é uma mulher de 42 anos que estava internada no Hospital Municipal Padre Germano Lauck.

Ela era tratada devido ao quadro grave da doença. Seu falecimento ocorreu em 19 de fevereiro deste ano. O primeiro óbito por dengue foi registrado em setembro do ano passado, e o segundo e o terceiro, no último mês de fevereiro.

O ano epidemiológico se inicia na semana epidemiológica 31 e se encerra na semana 30. Desde o fim de fevereiro, a cidade está sob epidemia de dengue, com mais de 14 mil notificações.

A proliferação da arbovirose transmitida pelo mosquito Aedes aegypti provoca a lotação de unidades de saúde em todas as regiões da cidade. O Hospital Municipal abriu leitos para tratamento de pacientes com a doença.

Situação de emergência

A Prefeitura de Foz do Iguaçu publicou, na semana passada, o Decreto n.º 31.240, que estabelece situação de emergência no município. A medida é devido à proliferação do mosquito Aedes aegypti e do registro de casos de dengue e febre chikungunya.

Com efeito, proprietários ou responsáveis por imóveis no município deverão cumprir os artigos do Código de Posturas que determinam a limpeza e a retirada de materiais que possam servir como criadouros para o mosquito. Quem não cumprir poderá ser multado em mais de R$ 10 mil.

LEIA TAMBÉM
2 Comentários
  1. […] LEIA TAMBÉM: Prefeitura confirma terceira morte por dengue em Foz do Iguaçu […]

  2. […] TAMBÉM:Prefeitura confirma terceira morte por dengue em Foz do IguaçuRaquete mata-mosquito é nova estratégia da prefeitura contra a epidemia de dengue em […]

Comentários estão fechados.