PF prende em Foz do Iguaçu ‘narco’ procurado pela Interpol

Ele opera o tráfico de drogas entre Bolívia, Paraguai e Europa e é irmão de um traficante buscado até pela DEA.

Apoie! Siga-nos no Google News

Um dos maiores narcotraficantes do Uruguai foi preso em um condomínio em Foz do Iguaçu, na fronteira, pela Polícia Federal (PF). A detenção foi na tarde dessa terça-feira, 26.

LEIA TAMBÉM: Carga de R$ 300 mil em celulares é capturada em Foz do Iguaçu

Seu nome consta da lista de procurados que estão no alerta de Difusão Vermelha, da Interpol. O investigado vinha escondendo-se em diferentes países da América do Sul.

O traficante é foragido da Justiça paraguaia. Conforme a PF, no país vizinho, ele tem prisão preventiva decretada por tráfico de drogas, associação criminosa e lavagem de dinheiro.

“Ademais, o preso é irmão do homem mais procurado pela Justiça do Uruguai por tráfico internacional de drogas”, reporta a Polícia Federal. Ele atuava em uma conexão do tráfico entre Bolívia, Paraguai e Europa.

Seu papel era “garantir as transações ilícitas do irmão e os pagamentos necessários a organizações criminosas fornecedoras de drogas”, narra a PF.

“Narco” em Foz do Iguaçu

A prisão em Foz do Iguaçu resultou da informação de que o foragido estava no Brasil para acompanhar o nascimento de seu filho. A mãe da criança seria uma mulher de naturalidade boliviana.

Os mandados foram expedidos pelo Supremo Tribunal Federal. O homem preso é considero peça-chave no envio de entorpecentes da América do Sul para países europeus.

Os irmãos ainda “integrariam o grupo criminoso Primer Cartel Uruguayo, de forte poder financeiro, a ponto de cooptar agentes que atuavam na Interpol paraguaia”, relata a PF. Três deles foram presos em novembro.

Os agentes da polícia internacional foram apontados pelo Ministério Público do Paraguai. O homem que segue foragido é procurado por agências europeias e o poderoso departamento antidrogas dos Estados Unidos, a DEA (Drug Enforcement Administration).

LEIA TAMBÉM