SENAI e CTG Brasil anunciam R$ 24 milhões para projetos em armazenamento de energia

José Alfredo Ramos Valverde, da CTG Brasil, apresentando a nova chamada durante o Summit de Inovação - Foto: Gelson Bampi
Siga a gente no

 A chamada foi aberta durante o Summit, evento organizado pelo Sistema Fiep voltado à tecnologia e inovação .

Uma nova chamada para projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação na área de armazenamento de energia em grande escala, para economia de baixo carbono, foi lançada  pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) em parceria com a CTG Brasil. O lançamento ocorreu durante o Summit, evento do Sistema Fiep voltado à tecnologia e à inovação. Ao todo, R$ 24 milhões serão destinados para o financiamento dos projetos, por meio de recursos próprios e do programa de Pesquisa & Desenvolvimento da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).  

O investimento faz parte da estratégia de inovação aberta “Open Innovation” que conecta os melhores centros de pesquisa do Brasil e do mundo para auxiliar a CTG Brasil em desenvolver soluções para desafios complexos, como a transição energética rumo a uma economia de baixo carbono. As empresas e startups nacionais e internacionais podem se inscrever pela Plataforma Inovação para a Indústria. Os projetos deverão trazer soluções para três grandes desafios no setor, que são:

  1. Sistemas de Armazenamento Integrado com planta solar, eólica e híbrida
  2. Tecnologias de gerenciamento, controle e comercialização de energia.
  3. Reciclagem e reuso de baterias.

Geração de energia

O Brasil conta com um grande potencial para geração de energia a partir de fontes renováveis. Para o diretor geral do SENAI, Rafael Lucchesi, o Brasil precisa ampliar o investimento em soluções inovadoras e sustentáveis que visam a geração de energia com baixa emissão de carbono. “Nosso maior desafio é desenvolver uma diversidade de matrizes energéticas sustentáveis e confiáveis que poderão suprir as necessidades de energia de uma população em crescimento”, ressalta.

A ação será coordenada pelo Instituto Senai de Inovação em Eletroquímica, no Paraná, que terá um papel fundamental na estruturação e curadoria dos projetos recebidos de acordo com o edital. Os resultados esperados são o desenvolvimento local e nacional, com a cocriação de soluções personalizadas em pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I).

“É uma satisfação para o Senai Paraná liderar essa chamada em conjunto com o Senai nacional e com a CTG Brasil. Temas como energias renováveis e descarbonização precisam fazer parte do presente e essa chamada é a melhor forma para alcançarmos soluções de alto impacto”, destaca Fabrício Luz Lopes, gerente executivo de Tecnologia e Inovação do Sistema Fiep. Ele ainda reforça que investimentos são fundamentais para esse processo. “Com recursos da empresa e com outros parceiros nacionais e internacionais, podemos desenvolver projetos que vão impactar a nossa indústria, o meio ambiente e consequentemente a sociedade”.

A ideia é que o projeto traga novas soluções para integração de fontes renováveis na matriz energética brasileira, e contribua para a criação de um ciclo sustentável, em que se reconheçam rotas para reuso, redução e reciclagem.

Para a CTG Brasil, uma das líderes em geração de energia limpa do país, a inovação tem papel fundamental na transição energética e projetos como os de armazenamento de energia em grande escala são parte desse processo. “Buscamos soluções inovadoras para atender aos desafios do setor elétrico e aos anseios da sociedade por uma matriz energética limpa e acessível. Queremos desempenhar um relevante papel na transição energética e a potencial contribuição que os sistemas de armazenamento de energia em larga escala podem trazer neste cenário nos motiva a investir no desenvolvimento de projetos e parcerias estratégicas nesse segmento” afirma Silvio Scucuglia, diretor de Estratégia e Desempenho Empresarial da CTG Brasil.

Como participar

A Plataforma Inovação para a Indústria está aberta à participação de empresas do setor industrial de todos os tamanhos, inclusive startups de base tecnológica. Para participar, é necessário enviar a ideia pela Plataforma, seguindo normas e cronogramas específicos de cada categoria.

Confira o regulamento:
https://plataforma.editaldeinovacao.com.br/

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

FIEP

Sistema Federação das Indústrias do Estado do Paraná -Veja mais conteúdo do autor.

-->