Pra concluir Ponte da Integração, só faltam 24% das obras

A ponte vai muito bem, mas a foto mostra também que o Rio Paraná está cada vez mais seco. Foto: Rubens Fraulini/IB

Boletim do DER mostra que, em janeiro, as obras da ponte já atingiram 76% de execução, somando as duas margens.

Segue no ritmo previsto e dentro do cronograma a construção da Ponte da Integração Brasil-Paraguai, entre Foz e Presidente Franco.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

Em janeiro, as obras atingiram 76% da execução prevista, com investimento até agora de R$ 177 milhões investidos.

No lado brasileiro, as principais atividades realizadas em janeiro foram no vão-livre da ponte, com o posicionamento e concretagem de lajes pré-moldadas, além do tensionamento do quarto par de retaguarda e do sétimo par de estais em direção ao centro da ponte.

Outro avanço se deu com a colocação de outra aduela metálica (estrutura modular sobre a qual é construída a pista) e outras três aduelas estão em fase de pré-montagem (as unidades 6.09, 6.10 e 6.11).

No lado paraguaio, as obras também avançaram com o posicionamento de lajes pré-moldadas, no caso, sobre a aduela 5.05, a concretagem de interligação das lajes, e o tensionamento do terceiro par de estais de retaguarda e do quinto na direção do vão central da ponte.

Similarmente ao lado brasileiro, também estão instalando mais uma aduela e preparando a pré-montagem de outras quatro.

Cada lado da ponte já “olha” mais de perto um para o outro. Foto: Rubens Fraulini/IB

Sobre a rodovia de acesso à ponte, foram executadas as bases de quatro blocos e três pilares do viaduto na Avenida General Meira, o lançamento de lajes pré-moldadas no viaduto da Ponte Tancredo Neves, e a preparação para execução dos blocos no viaduto da BR-469.

Até o momento, 6,58% das obras para o acesso foram executadas, com investimentos de R$ 6,85 milhões. A expectativa é que a Perimetral Leste seja concluída em meados de 2023, com custo total de R$ 336 milhões, recursos também da margem brasileira de Itaipu.

O projeto da Ponte da Integração faz parte de um conjunto de obras financiadas pela margem brasileira de Itaipu e executadas pelo Governo do Estado, em um pacote que soma R$ 1,4 bilhão em investimentos.

Outras obras incluem a Estrada Boiadeira, com 75,9% já executados; a ampliação da pista do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu, já concluída; o Contorno de Guaíra; a duplicação do Contorno Oeste e da BR-277, em Cascavel; a revitalização da Ponte Ayrton Senna, em Guaíra; a implementação de iluminação viária em trechos da BR-277, na região Oeste; e a ligação entre Ramilândia e Santa Helena, entre outras obras de infraestrutura.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Assessoria

Este texto é de responsabilidade de assessoria da imprensa institucional e/ou empresarial. Veja mais conteúdo do autor.