Sem acordo. Paralisação do transporte coletivo em Foz continua

Ônibus circulam somente em horários de pico; mobilização chega ao décimo dia.

Com o impasse nas negociações com o Consórcio Sorriso, trabalhadores do transporte coletivo de Foz do Iguaçu mantêm a mobilização por tempo indeterminado. Devido à paralisação, os ônibus circulam com restrições, somente nos horários de pico, nos períodos da manhã, tarde e noite.

Leia também:

Transporte coletivo: usuários vivem aglomeração sistemática duas vezes por dia

O movimento dos rodoviários, iniciado na semana passada (terça-feira), entra no décimo dia nesta quinta-feira, 22. A categoria cobra a assinatura do novo Acordo Coletivo de Trabalho e a volta do pagamento de auxílio-alimentação pelas empresas que operam o serviço público na cidade.

Ao H2FOZ, o secretário de Comunicação do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários (Sitrofi), Rodrigo Andrade de Souza, disse que está prevista uma assembleia de motoristas e cobradores nesta quinta-feira. “Possivelmente, vamos começar a reduzir os horários dos ônibus”, relatou.

Na última segunda-feira, 19, representantes dos trabalhadores e dos empresários reuniram-se para negociação, mas não chegaram a um acordo. Na terça-feira, 20, a prefeitura iniciou o cadastramento e a oferta de transporte alternativo, principalmente com vans, nos horários intermediários.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.