Mesmo com chuva, Inmet divulga alerta laranja para onda de calor

No vidro, as marcas da chuva, que chega em boa hora, embora pouca. Foto CDB

Choveu depois de nove dias, em Foz, mas talvez seja preciso esperar outros nove para que a chuva volte.

Cena cada vez mais rara: chove, na tarde desta quinta-feira, 13, em Foz do Iguaçu. Chuva branda, mas anunciada com trovões.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

E prevista pela meteorologia. Não por todos os serviços, mas ao menos por esses: Inmet, Simepar e Climatempo. Os outros que consultamos – AccuWeather, Sistema Faep e CPTEC/Inpe – não previram chuva.

Essa chuva, mesmo que pouca, serviu para atenuar ligeiramente o calorão que a gente enfrenta.

Aliás, a onda de calor, que atinge o Oeste do Paraná, o Oeste de Santa Catarina e todo o Rio Grande do Sul, gerou até um alerta laranja do Inmet, com aviso de “perigo”.

O alerta vale desde as 11h10 desta quinta-feira até as 11h de domingo, dia 16. Segundo o Inmet, a temperatura 5 graus acima da média gera risco à saúde.

A área do Sul do Brasil atingida pela onda de calor, conforme mapa do Inmet.

ESTIAGEM

Quanto à chuva, não dá pra ficar muito animado. Até cair esta de hoje, foram nove dias ininterruptos de estiagem.

Para o Simepar, mais 10 dias se passarão até que as nuvens carregadas tragam novamente chuva a Foz do Iguaçu.

Felizmente, há outras previsões: o Inmet diz que pancadas de chuva isoladas devem ocorrer na sexta, sábado e domingo.

O AccuWeather acompanha o Inmet na sexta e sábado. E o Climatempo fica junto só na previsão de pancadas de chuva nesta sexta. Depois disso, volta a chover só dentro de 10 dias.

O CPTEC/Inpe vê dias de estiagem pela frente. Chance de chover (70%) só na terça e quarta-feira da semana que vem.

Mais ou menos o que antecipa o Sistema Faep: chuva somente na quinta-feira que vem, dia 20.

Quanto ao calor, há unanimidade nas previsões: temperaturas vão continuar perto dos 40 graus até perder de vista.

TEMPO VAI MUDAR?

Diz um informe de um serviço de meteorologia não acompanhado por nós que a partir do dia 17 entrará uma frente fria no Sul do Brasil, que trará chuvas e alívio na temperatura.

Tomara que seja verdade, embora todos os que consultamos insistam que a estiagem vai perdurar.

MAPA VERMELHO

Mapa publicado no site Hidroinfoparana, do Instituto Água e Terra.

Os rios paranaenses são os que mais sofrem com esta falta de chuvas.

O mapa do Paraná com o nível das estações telemétricas mostra que, com exceção de alguns pontos no Litoral e na região próxima a Curitiba, todos os rios estão abaixo da cota normal.

Vai ser preciso muita chuva pra recuperar os níveis.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.