Vem aí uma onda de calor intenso, em Foz do Iguaçu. E pouca chuva

Antes das 6h, o sol já brilha no horizonte dos arrabaldes de Foz do Iguaçu. Foto: Patrícia Iunovich

O aumento das temperaturas é previsão unânime. A maioria também prevê chuva na quinta-feira, 25.

Neste domingo, a temperatura máxima pode ficar entre 31° e 34° – depende do serviço de meteorologia que você consultar. Seja como for, será um domingo quente.

E a semana começa com temperaturas em elevação. A previsão mais baixa é de 33° (Simepar). Mas há boas apostas em 36° (Inmet e CPTEC/Inpe). Climatempo e Tempo Agora ficam no meio termo: 34°.

Todos estão de acordo que a terça-feira será ainda mais “calorosa”: 34° para o Simepar, 36° para Climatempo e Tempo Agora. Para o CPTEC/Inpe, máxima chega na terça a 37°; e para o Inmet, a 38°.

CHUVA

Em relação a chuvas ao longo da semana, é quase unanimidade a quinta-feira, 25. Só o CPTEC/Inpe não prevê chuva na quinta-feira, mas com possibilidade alta de ocorrer no sábado e no domingo.

Para o Simepar, só chove na quinta-feira, depois tempo seco até segunda-feira da semana que vem.

O Inmet só faz previsão até quinta, justamente o dia em que prevê chuvas.

Pro Climatempo, haverá pancadas de chuva à tarde e à noite já na terça e quarta-feira. Na quinta-feira, chuva a qualquer hora. Chove também no final de semana.

Excetuando o final de semana, a previsão coincide com a do Tempo Agora: chuva na terça, quarta e quinta-feira.

Já o Sistema Faep prevê chuva moderada na quinta-feira e chuva leve na sexta-feira. Nos demais dias, céu limpo.

Quando o sol surgiu, na manhã deste domingo, uma leve névoa encobria parte do plantio de soja, nos arrabaldes de Foz do Iguaçu. Foto Patrícia Iunovich

CALOR VEM PRA FICAR

É a primavera cada vez mais com cara de verão. Temperaturas como as que foram e serão registradas são normais para novembro. A temperatura média histórica, para o mês, é de 27°, e a máxima registrada, na média, ficou em 31°.

Embora não seja um mês chuvoso – média de 105 milímetros em 30 dias, somente -, novembro deste ano está sendo um pouco mais generoso e contribui para amenizar a longa estiagem que o país enfrentou. Em apenas 12 dias de novembro, choveu mais que a média histórica – 109 milímetros. O que vier, daqui pra frente, é lucro garantido.

Para quem gosta ou não gosta de calor, novembro é um mês razoável, com temperaturas altas, mas não gritantes. Dezembro, que já está chegando, é o mês com média histórica de 28° e máxima, também ao longo dos anos, de 39°.

Também pelo histórico, outro dado importante: novembro tem em média 18 dias com temperatura superior a 30°; dezembro registra 23 dias, ou 74% do mês, com máximas superiores a 30°. É também mais chuvoso: 139 mm, na média histórica. São 17 dias com chuva, ante 12 dias em novembro.

A destacar, também, que enquanto novembro tem, entre o nascer e o pôr do sol, 13 horas e 23 minutos, em dezembro o dia dura mais: 13 horas e 44 minutos.

Tanto em novembro como em dezembro, o sol nasce às 5h42. Mas em novembro se põe às 19h05, enquanto em dezembro só desaparece às 19h26.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ tem 1160 posts e contando. Ver todos os posts de Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

error: O conteúdo protegido !!! Este conteúdo e de exclusividade do H2FOZ.