Blog pelo Paraná – Cai fora, vírus! Centros de coleta, Máscaras, Todos curados, Tarifa social, Brasil Acolhedor e Blitz educativa

(Foto: Marcello Casal/Agência Brasil)

Um mês
Os eleitores que não estão em dia com o título de eleitor têm até 6 de maio para regularizar a situação. Após o prazo, quem estiver com pendências no documento não poderá votar nas eleições municipais de outubro, quando serão eleitos prefeitos e vereadores nos 5.568 municípios do país. Além de ficar impedido de votar, o cidadão que tem o título cancelado fica impedido de tirar passaporte, tomar posse em cargos públicos, fazer matrícula em universidades públicas, entre outras restrições.

Cai fora, vírus!
O presidente Jair Bolsonaro voltou a se posicionar contra as recomendações do ministro Luiz Henrique Mandetta (Saúde) para que se evite aglomerações e cumprimentou apoiadores no sábado (11) em visita a Goiás. No domingo, 12, Bolsonaro disse em live com religiosos que o coronavírus “parece que está começando a ir embora” e que é preciso informar a população, mas sem pânico.

Não faz sua parte
Os deputados Artagão Junior (PSB), Ademar Traiano (PSDB) e Douglas Fabrício (Cidadania) afirmam que os bancos não estão fazendo a sua parte durante a pandemia do coronavírus. Segundo os deputados, os bancos continuam cobrando taxas, executando dívidas e sequer abrindo contas porque não interessa no momento de crise. A grita, conforme ainda os deputados que articulam uma denúncia pública, é grande por parte dos pequenos e médios empresários.

Projeção ideal 
A prefeitura de Cascavel apresentou projeções sobre o avanço do coronavírus. O ideal é de que cidade chegue ao fim do mês de abril com 158 casos confirmados. No entanto, se as medidas de distanciamento social não forem seguidas, Cascavel pode  chegar a 879 casos no fim do mês. Os óbitos também entram nessa conta.  

Subindo…
Os números do coronavírus no Brasil continuam subindo e o país registra pouco mais de 1.220 mortes e 22.160 infectados pela doença. Em um dia, foram 99 novos óbitos. São Paulo continua sendo mais afetado com quase nove mil diagnósticos positivos. O ministro Luiz Mandetta (Saúde) afirmou que os casos ainda vão aumentar ao longo de abril e que os meses de maio e julho serão “muito duros”.

Centros de coleta
O ministro Luiz Mandetta (Saúde) informou que o país pretende realizar 30 mil a 50 mil testes por dia – atualmente são cerca de 4 mil. O plano, segundo Mandetta, é criar “o mais breve possível” centros de coleta para pacientes com sintomas leves. Nesta semana também começam a ser distribuídos um milhão de testes rápidos que serão usados em agentes de saúde.

Máscaras
A prefeitura de Apucarana vai comprar 150 mil máscaras de tecidos para distribuir à população. Os produtos serão comprados de empreendedores locais. A medida foi anunciada após, a prefeitura autorizar a reabertura de estabelecimentos comerciais.

PIB negativo
Previsão do Banco Mundial é de que a crise do coronavírus vai derrubar o PIB do Brasil para 5% negativo neste ano. A expectativa é de uma retomada lenta em 2021 com crescimento de 1,5%. O banco alerta, porém, que a retração pode ser ainda maior, já que a estimativa é um retrato do momento e os impactos da covid-19 podem se agravar nos próximos meses. O relatório recomenda a ampliação da cobertura dos programas sociais como forma de atenuar a crise.

Todos curados
O prefeito Marcelo Rangel (PSDB) usou as redes sociais para destacar a estabilização do número de casos confirmados da Covid-19 em Ponta Grossa. A cidade mantem cinco casos confirmados do novo coronavírus.  “Ponta Grossa, com apenas cinco casos – todos curados, se transforma em uma das cidades com o menor número de infectados proporcionalmente no Brasil,” disse.

Recursos
O deputado Michele Caputo (PSDB) destacou o repasse de R$ 37,7 milhões à saúde. “Este é o valor que os deputados estaduais transferimos do fundo da Assembleia para reforçar o combate ao coronavírus. O recurso foi repassado diretamente para a Secretaria de Saúde que vai aplicar na ampliação de leitos de UTI, de enfermaria e também na compra de EPIs para os profissionais de saúde que estão na linha de frente do tratamento de pacientes com covid-19.”

Tarifa social
A inscrição automática de famílias de baixa renda incluídas no cadastro único nas regras da tarifa social de energia elétrica foi aprovado pela Câmara dos Deputados e seguiu ao Senado. O cadastro único do governo federal identifica as famílias de baixa renda, com informações sobre residência, escolaridade, trabalho e renda, entre outras.

Santas casas
O deputado  Aliel Machado (PSB) destacou a importância da aprovação da transferência de R$ 2 bilhões da União para santas casas e hospitais filantrópicos. “A aprovação deste projeto é mais uma medida que a Câmara dos Deputados e o Senado estão tomando para auxiliar o trabalho dos hospitais filantrópicos no atendimento à população durante a pandemia”, disse.

Brasil Acolhedor
O governo federal lançou o projeto Brasil Acolhedor, uma iniciativa conjunta com a sociedade civil para promover ações de apoio à população vulnerável no enfrentamento ao novo coronavírus. O programa Pátria Voluntária, formado pelos ministérios da Cidadania e Mulher e pela Secretaria de Governo, estará à frente junto com a Transforma Brasil, organização da sociedade civil.

Brasil Acolhedor II
O projeto Brasil Acolhedor terá foco na doação de bens, como cestas básicas e itens de higiene pessoal. A outra, na seleção de organizações da sociedade civil para atuarem na execução das iniciativas, direto com os beneficiários. “Os principais grupos atendidos serão: pessoas idosas em situação de vulnerabilidade; pessoas idosas em Instituições de Longa Permanência para Idosos; pessoas com deficiência atendidas por organizações da sociedade civil; bem como a população em situação de rua”, disse a Casa Civil.

Blitz educativa
Em Foz do Iguaçu, 60 servidores da prefeitura estão percorrendo diversos pontos para levar informações e esclarecimentos sobre o uso de máscaras e as demais medidas de prevenção e combate ao coronavírus. A blitz educativa conta visitas aos estabelecimentos comerciais e abordagem a população em locais públicos. As equipes têm apoio da Guarda Municipal, Foztrans, Secretaria de Saúde e Secretaria da Fazenda. O uso de máscaras passou a ser obrigatório em espaços públicos ou comerciais da cidade.

Redação ADI-PR Curitiba  
Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

 

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA
error: O conteúdo protegido !!! Este conteúdo e de exclusividade do H2FOZ.