Vacinação traz a segurança necessária para as viagens turísticas voltarem com força. Foto: Divulgação/Infraero

Blog pelo Paraná – Turismo provável, Privatização inédita e Órfãos da pandemia

Turismo provável
Ouvimos, desde o início da pandemia, que apenas a vacinação traz a segurança necessária para as viagens turísticas voltarem com força. O relatório Insights para o Turismo, mostra que 60,97% afirmam ser alta a probabilidade de fazer uma viagem a lazer nos seis meses após a segunda dose da vacina. Destinos no exterior estão nos planos de 8,83% ainda para 2021 e de 21,37% para o segundo semestre de 2022.

Pode piorar!
O deputado federal Paulo Eduardo Martins (PSC-PR), presidente da comissão especial da PEC do voto impresso na Câmara dos Deputados, admitiu ao blog Antagonista a dificuldade em aprovar a proposta. “Antes do episódio envolvendo o ministro da Defesa, Walter Braga Netto, na tramitação da PEC, já estava difícil. Assim permanece.” Braga Netto, associou a realização das eleições no ano que vem à aprovação do voto impresso.

Privatização inédita
A Floresta Nacional de Irati (Flona), que recebeu algumas das primeiras sementes de pinus importadas dos EUA na década de 1950, será concedida à iniciativa privada. A área foi qualificada para integrar o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), do governo federal. O processo de concessão envolve a experiência inédita de privatizar uma floresta estatal plantada – ou seja, que abriga espécies florestais de cultivo comercial em larga escala.

Sebrae/PR
O Campus da Indústria do Sistema Fiep sediou o I Fórum Pró-Metrópole, realizado pela organização que reúne as prefeituras e entidades da sociedade civil para discutir o desenvolvimento integrado dos 29 municípios da Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Durante o fórum, foram lançadas iniciativas para apoiar o setor produtivo da Grande Curitiba e um edital de chamamento para que agricultores familiares da região possam vender para o programa Câmbio Verde da Prefeitura da capital.

Profis
A prefeitura de Londrina promoverá faz plantão neste sábado, 24, para atender contribuintes interessados no Programa de Regularização Fiscal. Lançado em maio, o Profis 2021 conta, até o momento, com a adesão de 18.305 contribuintes que negociaram o montante de R$ 49 milhões.

Isenção
A UEL abriu até o dia 29 o prazo para os interessados na isenção da taxa do vestibular, que será realizado em 6 de março de 2022. Já as inscrições para a modalidade análise socioeconômica começam dia 9 de agosto. O vestibular será em fase única, em modelo excepcional, em virtude da pandemia do coronavírus.

Empregos
No pós-pandemia, o Brasil deverá investir na formação de profissionais da área de software e tecnologia da informação. O setor deverá empregar 2 milhões de pessoas em 10 anos, sendo 779 mil em 12 profissões emergentes.

Mandetta na área
O ex-ministro Henrique Mandetta criticou o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Lula (PT) pelas declarações sobre a chamada “terceira via” para as eleições de 2022. “Bolsonaro e Lula querem te convencer de que não existe terceira via. Eles precisam um do outro e estão com medo. Um terço dos brasileiros rejeita esse pesadelo e tem esperança em um futuro de respeito, diálogo, união e seriedade no combate à corrupção”, escreveu Mandetta no twitter.

Órfãos da pandemia
O deputado Douglas Fabrício (CDN) apresentou projeto de lei que prevê o atendimento psicológico, incentivo à educação e auxílio financeiro às crianças e adolescentes que ficaram órfãos durante a pandemia de covid-19. O projeto institui em todo o estado o Programa Órfãos da Pandemia. Segundo estimativa do Ipea, ao longo da pandemia, em todo o Brasil, pelo menos 45 mil crianças e adolescentes perderam pai e mãe para o coronavírus.

Escola de sargentos
A deputada Aline Sleutjes (PSL) cobrou do presidente da Embrapa, Celso Moretti, os encaminhamentos da Escola de Sargentos das Armas em Ponta Grossa. Aline, prefeitura e Governo do Estado abraçaram a iniciativa desde o início, quando solicitou ao então ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, que a nova ESA fosse instalada na cidade.  

Mais vacinas
O Ministério da Saúde aumentou para 63,3 milhões a previsão de doses de vacinas contra covid-19 que devem ser entregues em agosto pelos laboratórios contratados. A previsão anterior era de 60,5 milhões de unidades. O secretário estadual da Saúde, Beto Preto, afirmou que a expectativa é que o Paraná recebe do Ministério da Saúde, ainda no mês de julho, mais “600 mil a 700 mil” doses da vacinas.

Arrecadação
A União arrecadou R$ 137 bilhões no mês passado, de acordo com a Receita Federal. Na comparação com junho do ano passado, o crescimento foi de 46,77%. O valor é o segundo maior para os meses de junho desde o início da série histórica em 1995. Apenas em junho de 2011 a arrecadação foi maior, de R$ 143,8 bilhões. Nos seis primeiros meses de 2021, a arrecadação federal soma R$ 882 bilhões, com alta de 24,49%.

Negócio é emprego
O crescimento econômico no Brasil após a crise sanitária de 2020 deve se sustentar no curto prazo, mas seu desempenho dependerá diretamente da geração de emprego, da pressão inflacionária, do risco fiscal e da manutenção das reformas, avaliam economistas.  Após o PIB favorável do primeiro trimestre, que zerou as perdas da pandemia, a perspectiva se mantém otimista, com previsão de crescimento próximo a 5% no ano, segundo Silvia Matos, pesquisadora do Ibre/FGV.

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Associação dos Diários do Interior – PR

A coluna “Pelo Paraná” é de responsabilidade da ADI-PR (Associação dos Jornais Diários do Interior do Paraná) Veja mais mais conteúdo do autor.

Associação dos Diários do Interior – PR tem 5 posts e contando. Ver todos os posts de Associação dos Diários do Interior – PR

error: O conteúdo protegido !!! Este conteúdo e de exclusividade do H2FOZ.