PR – Leitos exclusivos, Natal em alta e Rombo Bilionário

LDO
Os deputados estaduais iniciam na próxima segunda-feira, 7, a análise do projeto de lei que trata da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o ano de 2021. O deputado Tiago Amaral (PSB), relator da Comissão de Orçamento, vai apresentar o parecer que posteriormente será analisada por todos os deputados em plenário. A receita corrente prevista, em razão do efeito coronavírus, é de R$ 36,8 bi. Sem o efeito coronavírus a previsão era de R$ 38,9 bi.

Em alerta
Secretário da Saúde, Beto Preto, disse que novos leitos exclusivos para tratamento da covid-19 devem ser habilitados nos próximos dias. “Devido ao aumento no número de casos, houve a necessidade de reativação dos leitos, mas reafirmo, eles são finitos e os recursos humanos também. As equipes médicas e de profissionais que atendem nas UTI’s estão nos seus limites. É preciso uma mudança de comportamento, que as pessoas evitem a circulação e as aglomerações”, disse o secretário.

Leitos exclusivos
O Governo do Estado reativou nas duas últimas semanas 573 leitos de atendimento exclusivo à Covid-19 para dar conta da alta demanda de pedidos de internamento. De acordo com o serviço de Regulação de Leitos Estadual, o Paraná tem neste momento 2.612 unidades destinadas apenas para o tratamento do novo coronavírus, 1.052 são UTIs e 1.504 enfermarias para adultos e mais 22 UTIs e 34 enfermarias pediátricas.

Natal em alta
Sondagem realizada pela Fecomércio do Paraná indica que 75,4% dos entrevistados têm a intenção de presentear alguém neste natal. Em 2019, essa parcela era de 74,0%. Tudo indica que a pandemia não deve afetar as compras de Natal. Apesar das lojas físicas ainda serem o local preferido, as compras pela internet praticamente dobraram em relação ao ano passado, saindo de 12,8% para 25,4% em 2020.

A procura
Levantamento feito pelo instituto Paraná Pesquisas conclui que, embora tenha saído derrotado das urnas no pleito de 2020, Bolsonaro continua sólido na dianteira e, se a disputa presidencial fosse hoje, seria o vitorioso. Nessa perspectiva, o desafio que se coloca para o centro é encontrar um nome que empolgue e aglutine apoios em todo o país, seguindo os caminhos que levam à moderação.

Bons sinais
O PIB brasileiro reagiu bem entre julho e setembro e registrou alta de 7,7% , a maior da série histórica. A gradual flexibilização da quarentena somada à força da injeção direta de dinheiro do auxílio emergencial foram primordiais para a subida e apontam para a recuperação da economia em meio à pandemia.

Rombo Bilionário
União tem o controle direto de 46 empresas estatais, dezenove delas operam no vermelho e acumularam prejuízos de mais de 22 bilhões de reais nos últimos cinco anos, como demonstra os dados do Ministério da Economia. Os variados rombos custaram ao Tesouro Nacional um aporte de 71 bilhões, dinheiro que poderia ser aplicado em políticas públicas.

Nova esquerda
O PSB e o PDT conquistaram quatro capitais brasileiras nas eleições municipais. O resultado mostra a força de uma esquerda que cresce como alternativa ao PT e dá fôlego à estratégia de uma frente, sem o ex-presidente Lula, para 2022. A aliança entre os dois partidos é esperada, mas pode demorar a consolidar. É o início de uma nova opção para a esquerda.

“Vantagem eventual”
O acordo para a empresa de telefonia Oi pagar dívida de R$7,2 bilhões em multas abusivas aplicadas pela “agência reguladora” Anatel, vai render “honorários” estimados por especialista em R$1 bilhão para os membros da AGU. Apesar de serem pagos para defender causas da União, na Justiça, os advogados públicos recebem “comissão” mensalmente. O valor não conta para efeitos do teto constitucional, pois é considerado “vantagem eventual”.

WhatsApp
WhatsApp baniu 360.000 contas no período eleitoral deste ano, por envio massivo ou automatizado de publicações. Apesar de ter adotado várias medidas para reduzir o uso desse tipo de ferramenta, o número ficou muito próximo do verificado na última eleição, quando 400.000 contas foram banidas. A principal ferramenta usada pelo WhatsApp é a tecnologia de aprendizado de máquina, que identifica comportamento abusivo sem ter acesso às conversas.

Produção de vacina
O Senado aprovou o crédito de 1,9 bilhão de reais para a compra de tecnologia e a produção da vacina da Universidade de Oxford no Brasil. Os recursos serão usados para custear o contrato entre a Fiocruz e o laboratório AstraZeneca, parceiro da instituição de ensino britânica. Com isso, caso a eficácia seja comprovada, o Brasil deverá produzir 260 milhões de doses ao longo de 2021, conforme afirmou o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

Cartão vermelho
O presidente Jair Bolsonaro ameaçou demitir o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, após ele ter prometido anunciar o programa Renda Cidadã, substituto do Bolsa Família. O presidente ameaçou mais uma vez dar um “cartão-vermelho” para quem defendesse o programa de auxílio social. O ministro tinha a ideia de dar um voucher para creche e premiar, com dinheiro, bons alunos.

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.