A busca pela sobrevivência em período de pandemia

H2FOZ – Amilton Farias 

Chamadas de “invisíveis”, a pandemia traz à tona a realidade de famílias que sempre fizeram parte do nosso cotidiano.Elas sempre existiram, porém despercebidas ou ignoradas pela sociedade e pelo poder público.

O relato do Fabiano Rodrigues é apenas mais um entre o de milhões de pessoas que sofrem com a burocracia e com um sistema incapaz de atender às suas necessidades.

“Já faz seis meses que não consigo receber meu benefício”

“Meu nome é Fabiano Rodrigues. Eu vim de Minas Gerais, Brumadinho, e como lá tá ruim e difícil, eu vim para Foz do Iguaçu para poder ganhar minha vida. O que acontece é que aqui eu pago aluguel, pago R$ 450 de aluguel. O proprietário que aluga a casa exige que pague em dia, caso não pague, ele promete despejo. Antes de vir a Foz, estive morando nas ruas de Matinhos, e com isso eu transferi o benefício para lá para não passar dificuldades.

Sou casado, tenho duas crianças, e minha esposa é especial. Já faz seis meses que não consigo receber meu benefício por causa da pandemia. Tanto o INSS como as agências fechadas, e sem poder pegar o cartão do banco, fica um jogando para o outro.

Eu não tenho estudo e preciso muito da ajuda de vocês para recuperar esse dinheiro, e de um emprego para poder manter minha esposa e meus filhos”.

Para os interessados que se sensibilizam com o relato do Fabiano e queiram ajudar o Portal H2FOZ disponibiliza o telefone e whatsapp: +55 45 99828-6840

____________________________________________________________________________________________

“DIGA AÍ” – Seção dedicada a ouvir a comunidade: envie suas denúncias, reclamações, críticas e sugestões para o WhatsApp do Portal H2FOZ: (45) 99828-6840.

 

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.