Comércio pretende abrir mais vagas e repor quadro de funcionários reduzido na pandemia

Centro comercial da Avenida Brasil; em Foz, setor deverá atender com 100% da capacidade, a partir de outubro - Foto: Marcos Labanca

Estabelecimentos comerciais de menor porte, com até 50 empregados, são os que mais esperam contratar, mostra pesquisa.

Com a confiança no desempenho do comércio em alta, 90,6% das empresas do Paraná pretendem abrir novas vagas de trabalho reduzidas com a pandemia. Os dados são da recente pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio Paraná).

O levantamento mostra que a expectativa de contratação de funcionários das empresas do Paraná cresceu 8,7% em setembro. Neste mês, 90,6% das empresas do estado pretendem abrir novas vagas de trabalho, ante 83,3% que tinham tal planejamento em agosto.

Os estabelecimentos comerciais de menor porte, que são aqueles com até 50 empregados, são os que mais esperam contratar, chegando a 90,6%. Já em relação às firmas maiores, 85,7% de seus responsáveis disseram que devem fazer contratações.

Na análise das instituições responsáveis pelo diagnóstico, o principal fator dessa tendência de ampliação da oferta de trabalho no segmento comercial é avanço da vacinação, que está levando a uma gradual normalização da atividade econômica. E citam outros indicativos:

  • proximidade da data comemorativa do Dia das Crianças; e
  • injeção de mais dinheiro na economia pela restituição do Imposto de Renda.

“As empresas vão gradativamente retomando seus padrões de funcionamento, e os empresários começam a ter mais elementos para efetuar o planejamento dos seus empreendimentos”, apontam a CNC e a Fecomércio Paraná. Para as entidades, nem mesmo inflação, juros altos, menor poder de compra dos consumidores e desemprego ofuscam o otimismo.

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio também mantém o ritmo de crescimento, chegando ao quarto mês consecutivo em alta. O indicador passou de 120,1 pontos em agosto para 126,8 pontos em setembro. “É o melhor resultado para o mês de setembro dos últimos dez anos”, informou a Fecomércio Paraná.

Dados mostram otimismo dos empresários do comércio na economia – Foto: Reprodução

Boa notícia para o comércio em Foz

A prefeitura noticiou nesta terça-feira, 28, que, até o fim de outubro, atividades comerciais em Foz do Iguaçu deverão voltar a operar com 100% da capacidade. Essa decisão será efetivada caso o cenário epidemiológico permaneça nas condições consideradas de controle pelo município.

Essa medida valerá para os segmentos comerciais, industriais e de serviços, passando a vigorar, se mantidos baixos os índices da pandemia, a partir de 15 de outubro. Os atrativos turísticos já estão autorizados a operar com 100% da capacidade.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

Paulo Bogler - H2FOZ tem 1348 posts e contando. Ver todos os posts de Paulo Bogler - H2FOZ