Dia dos Pais: 66% dos filhos têm intenção de presentear; valor médio é R$ 111

H2FOZ – Paulo Bogler 

Neste ano, 66% dos filhos pretendem dar presentes no Dia dos Pais, a ser comemorado neste domingo, 9. O percentual é maior do que o registrado em 2019, que era de 62,3%. Isso foi o que apurou a pesquisa anual da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio Paraná), com consumidores paranaenses. 

O valor médio do presente baixou de R$ 116 para R$ 111 – e 55% dos entrevistados deverão gastar no máximo R$ 100, informa a federação. À sondagem, 59% dos entrevistados disseram que a pandemia impactou na decisão de compra para os pais, principalmente quanto ao valor do presente (60,9%).

Na avaliação da Fecomércio Paraná, o aumento na intenção de compra de presentes também pode estar relacionado ao momento atual de saúde pública. “Acredita-se que o distanciamento dos últimos meses será compensado com algum tipo de presente, ainda que com valores mais modestos”, aponta a entidade. 

Resultado da pesquisa feita anualmente, com dados desde 2014 – fonte Fecomércio Paraná

De acordo com os entrevistados no estudo, os filhos planejam gastar: de R$ 101 a R$ 150, 25,9%; de R$ 151 a R$ 200, 13,2%; e mais de R$ 200, 5,9%. O comércio tradicional receberá 52,4% dos consumidores para as compras de Dia dos Pais, sendo 42,1% em lojas do centro da cidade e 10,3% nas lojas de bairros. Internet e shopping também estão entre as opções. 

Os filhos pretendem dar de presente a seus pais, conforme a porcentagem de respostas:

– sapatos e roupas, 56,5%;
– perfumes ou cosméticos, 13,2%;
– cestas matinais, 6,5%;
– eletrônicos, 5,3%; 
– máquinas ou ferramentas, 4,1%;
– livros e afins, 2,6%; 
– artigos de pesca, 2,1%; e
– viagens, 0,3%.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.