Ebitda: entenda o que é e como calcular o da sua empresa

Empreender não é tarefa simples. Além dos desafios diários de gerir recursos humanos e operacionais, é preciso cumprir uma série de protocolos, preencher documentos e divulgar informações sobre a produtividade da empresa para que esteja em conformidade com a lei.

Não é fácil dominar por completo todos os meandros do universo empresarial. Um dos seus “mistérios” é o Ebitda – indicador de performance extremamente relevante para as empresas de capital aberto, aquelas que disponibilizam suas ações para serem negociadas na Bolsa de Valores.

Entender  o que é Ebitda (Earning Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization)  é desafio fundamental no mundo dos negócios. No Brasil, ele é conhecido como Lajida (Lucro antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização).

O indicador demonstra o potencial de geração de caixa das companhias, ou seja, quanto lucrariam caso não existissem os impostos, amortizações e outras questões que reduzem consideravelmente o seu rendimento final. O Ebitda trabalha apenas com os gastos relativos à operacionalidade do negócio.

Para que serve?

A performance de uma empresa cujas ações estão disponíveis na Bolsa é ponto decisivo para investidores na hora de adquirir papeis. Com a divulgação do Ebitda, a competição no mercado fica mais justa e confiável.

Como cada tipo de empresa tem custos diferenciados, em especial quando se compara empreendimentos situados em países diferentes, ao apresentar o lucro total sem descontos, a análise por parte dos investidores se torna mais objetiva.

Quando uma empresa apresenta progresso no Ebitda é sinal de que está com boa saúde financeira e pode ser um bom momento para investir nos seus papeis. No entanto, é importante que investidores novatos saibam que esse não é o único item decisório.

Informações como lucro líquido, endividamento, lucro por ação e evolução do faturamento também devem ser colocadas na balança ao escolherem quais ações serão adquiridas.

Como calcular?

Antes de saber como calcular o Ebitda de uma empresa, é preciso entender como funciona a contabilidade de um negócio. Toda empresa, independentemente do porte, precisa ter seus lucros e gastos registrados de forma clara.

Isso é importante para acompanhamento e para manter o compliance fiscal em dia, ou seja, é preciso ter dados para preencher corretamente a documentação necessária para a declaração do Imposto de Renda da Pessoa Jurídica.

Quem não fornece informações ou o faz de forma equivocada ou incompleta para a Receita Federal estará sujeito a sanções que vão de multa ao fechamento do negócio.

Sendo assim, é necessário ter reunidos dados como:

  • Receita bruta (soma de tudo o que foi vendido pela empresa no ano);
  • Impostos relacionados às vendas (pagos ou a pagar);
  • Receita líquida (receita bruta menos impostos);
  • Custo da mercadoria (produtos ou serviços vendidos);
  • Despesas operacionais fixas (salários, impostos, benefícios, seguros, contabilidade, propaganda e marketing);
  • Despesas operacionais variáveis ou despesas de vendas (contas de água e luz, comissão dos vendedores, transportes, fretes, brindes, manutenção de equipamentos);
  • Resultado ou lucro operacional (receita líquida menos custo da mercadoria menos despesas operacionais fixas e variáveis);
  • Despesas e receitas diversas (juros, multas, rendimentos em aplicações);
  • Resultado líquido do exercício (o que a empresa ganhou ou perdeu no período).

Esses dados são fundamentais para o preenchimento de uma das exigências fiscais das companhias, a DRE (Demonstração do Resultado do Exercício). Mais do que uma obrigação legal, a DRE impacta no sucesso do negócio porque permite uma análise detalhada das operações e da saúde financeira da empresa.

E é com base nesses dados que o Ebitda será calculado. Ele é o resultado da soma entre lucro operacional, depreciação (desgaste de equipamentos e móveis necessários à realização das atividades) e amortização (parcela anual destinada à manutenção desses ativos).

 

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.