Em recorde histórico, maquiladoras do Paraguai movimentam US$ 800 milhões em 2021

Empresas recebem incentivos para produzir - Foto: Divulgação
Siga a gente no

Montante é 54% superior ao do ano anterior; empresas do setor geraram 20 mil empregos. Brasil é o principal comprador.

As empresas maquiladoras do Paraguai estão comemorando um recorde histórico alcançado em 2021. O setor movimentou US$ 881 milhões, o que supera em 54% o montante em exportações realizadas no ano anterior – quando foram US$ 573 milhões. As maquilas geraram quase 20 mil empregos no ano.

Leia também:

Novas empresas maquiladoras vão garantir mais de 200 empregos em Alto Paraná, Paraguai

Os dados são do Conselho Nacional de Indústrias Maquiladoras de Exportação (CNIME), do Ministério da Indústria e Comércio (MIC). O volume de recursos corresponde ao envio de bens e serviços produzidos em território paraguaio até dezembro.

Para o ministério, o setor de maquila passa por uma tendência de crescimento contínuo, baseada em “maiores investimentos e na ampliação da capacidade industrial do país”, avalia. As empresas maquiladoras são responsáveis por cerca de 70% das exportações de origem industrial no Paraguai, estima o MIC.

Entre os produtos exportados em 2021 destaca-se o segmento de autopeças, com 27% do total. As confecções têxteis vêm em segundo lugar (17%), seguidas de produtos alimentícios (14%) e manufaturas em alumínio (14%).

O Brasil é o principal comprador da produção das empresas maquiladoras, somando 78% de participação. A vizinha Argentina e os Estados Unidos recebem 9% e 4% das exportações das maquilas.

Incentivos e imposto baixo

Maquila é um sistema em que as empresas fixadas no Paraguai geram bens e serviços para exportação, podendo ser operada por paraguaios ou estrangeiro residente no país. A Lei 1.064/97, chamada de “Lei de Maquila”, oferece isenção de impostos para importação de maquinários e matéria-prima.

Quando essa mercadoria manufaturada deixa o país, o imposto é de 1% sobre o valor da fatura de exportação. Maquila é um termo que vem do idioma árabe makeil, segundo a Exacta Assessoria em Logística e Comércio Exterior, sediada em Foz do Iguaçu.

“Refere-se à unidade de medida e pressupõe outsourcing ou manufatura, cujo objetivo principal é o de atrair investidores, principalmente regionais, para manufaturar seus produtos no Paraguai”, explica a empresa de assessoramento.

Gostou do conteúdo? Envie para os seus amigos na rede!

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

-->