Candidatos pedem que eleitores vão às urnas e falam das campanhas

H2FOZ

A equipe que faz a cobertura especial das eleições em Foz do Iguaçu, num trabalho em conjunto do H2FOZ e da Rádio Clube, ouviu os nove candidatos a prefeito, quando estavam nos seus locais de votação. Todos se disseram satisfeitos com a campanha que desenvolveram e que vão aguardar com grande expectativa os resultados.

Veja o que disseram os candidatos, em ordem alfabética:

Alemão (PCdoB)

“A gente acredita que o iguaçuense vai conseguir eleger aqueles que imagina que vão (lhe) representar bem”, disse o candidato. Ele contou que, durante a campanha, tanto ele com as propostas foram bem recebidos. E concluiu: “A gente acredita que vai acontecer hoje o melhor possível”.

Cassio Lobato (PATRIOTA)

O candidato disse que fez uma “campanha limpa, propositiva, com ideias e propostas para a cidade, para garantirmos um futuro melhor para nossos filhos e netos”.

Ele queixou-se, no entanto, do tempo curto para apresentar as propostas na televisão, de apenas 20 segundos. A legislação erra, segundo ele, ao “dar 3 minutos a um candidato e 20 segundos a outro”. E finalizou dizendo que “o povo saberá escolher muito bem”.

Chico Brasileiro (PSD)

O candidato à reeleição falou de sua gestão, na qual “fizemos todo o possível, um trabalho com propósito, com ideias. A gente espera que todo esse trabalho tenha um resultado positivo. Vamos aguardar o desenrolar da votação, que seja tranquila e contribua para a democracia brasileira”.

Chico contou que, quando assumiu, encontrou a cidade numa situação difícil, com 54 obras paradas. “Trabalhamos pra recuperar a cidade, que está recuperada, organizada. O que nós fizemos em três anos e meio vai contribuir pqra o futuro da cidade”.

Ele adiantou que, depois da eleição, nada mudará em relação aos cuidados com a pandemia. “O tema será tratado como foi até agora. Precisamos frear a cadeia de transmissão, atuar pontualmente na cadeia de transmissão, não mais fechar a cidade”.

Luiz Henrique (PT)

Sobre o resultado da eleição, o candidato disse que não dá para saber o que pode acontecer, já que “não houve pesquisa, ficou na escuridão”.

“Mas a gente espera que o resultado seja um resultado que marque uma posição importante na cidade, mostrando que nós representamos uma parcela de um pensamento na cidade, e que essa parcela teve voz e tem vez nessa eleição.”

Nelton Friedrich (PDT)

“Fizemos uma bela e sonhadora campanha”, disse o candidato. Trabalhamos propostas, ideias para uma Foz criativa, inovadora, com grande cunho social”. Segundo ele, sua campanha foi propositiva. “A semeadura foi muito boa, a colheita se faz agora. Mas muitas sementes vão germinar nos próximos meses”, disse ainda.

Paulo Mac Donald Ghisi (PODEMOS)

Para o candidato, “a população de Foz está madura pra escolher entre dois sistemas de governo. O nosso, que tornou a educação de Foz a melhor do brasil, tornou a cidade referência de saúde em qualidade, levou segurança aos bairros. E outro que não consegue resolver a fila de raio X”.

O candidato elogiou os candidatos a vereador de sua coligação, que “levaram mensagem a todos os cantos”, sua vice, Bibiana, que “foi companheira”.

E encerrou dizendo ter certeza de que “Foz do Iguaçu vai querer a minha dedicação, o meu trabalho, a minha experiência para fazer a retomada do desenvolvimento”.

Ranieri (PRTB)

O candidato faz de sua campanha “um balanço extremamente positivo”. Ele conta que houve a decisão de não fazer coligações e nem utilizar o fundo eleitoral e que está “feliz com o aprendizado”, já que foi sua primeira campanha.

“Acho que Foz vai dar um belo exemplo hoje. Só quero que as pessoas deem uma grande demonstração de patriotismo, de amor a Foz do Iguaçu.”

“Não me importo em quem o eleitor vai depositar seu voto, mas que seja voto consciente”, afirmou, ao criticar a “polarização” na disputa, que está “induzindo a cidade a votar”.

Sidnei Prestes Júnior (REPUBLICANOS)

O candidato instou a população a ir votar, “apesar da chuva!, lembrando que é “um dia importante para a democracia”. Para ele, Foz do Iguaçu fazer uma mudança”, mas é preciso que a população compareça às urnas. “A Justiça Eleitoral cumpriu todos os requisitos para garantir a segurança dos eleitores”, afirmou.

Tatiana Fruet (PROS)

A candidata agradeceu aos eleitores que a receberam, durante a campanha, que ela considera que foi “muito justa, muito honesta”.

“Trabalhamos bastante em toda a região de Foz do Iguaçu, levando nossas propostas, nossos projetos para mudar nossa cidade. Queremos fazer uma política voltada ao povo de verdade, respeitando a população e o dinheiro público.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.