Documentário relembra quarentena na fronteira durante a pandemia

“Repatriados”, do ator e diretor paraguaio Rodrigo Calonga, está disponível na íntegra no Youtube.

Apoie! Siga-nos no Google News

O fechamento da fronteira entre Brasil e Paraguai, no período inicial da pandemia do novo coronavírus, fez com que milhares de paraguaios, que tentavam retornar ao país, ficassem confinados em locais como a Ponte Internacional da Amizade, enquanto o governo paraguaio decidia o que fazer para recebê-los.

Veja também:
Ponte da Fraternidade é cenário de videoclipe sobre os tempos de isolamento

Na sequência, albergues foram criados em locais como o ginásio municipal do bairro Pablo Rojas, em Ciudad del Este, onde os viajantes tinham de aguardar no mínimo 14 dias para que pudessem seguir viagem. Esse e outros fatos fazem parte do roteiro do documentário “Repatriados”, produzido pelo ator e diretor paraguaio Rodrigo Calonga.

Repatriados”, de Rodrigo Calonga

Após passar pelo circuito de festivais no Paraguai e na Argentina, o documentário está disponível, na íntegra, na plataforma Youtube. Em entrevista ao jornal ABC Color, o diretor contou que um dos fatores que o motivou a produzir o documentário foi o preconceito sofrido pelos viajantes, que só queriam um abrigo seguro durante os tempos de incerteza.

“Um detonador para este documentário foi o ataque das pessoas, até dos meios de comunicação, em relação a nós, que queríamos e precisávamos entrar em nosso país. O documentário convida a refletir sobre a empatia e a solidariedade, além da importância da saúde mental”, explicou Calonga, que voltou a viver no Brasil e tem no currículo trabalhos com a Rede Globo.

LEIA TAMBÉM
1 comentário
  1. […] Veja também:Documentário relembra quarentena na fronteira durante a pandemia […]

Comentários estão fechados.