Em visita ao Brasil, governador de Misiones defende investimentos no lado argentino

Óscar Herrera Ahuad (ao centro), em imagem publicada no Twitter pelo embaixador Daniel Scioli (à direita)

Óscar Herrera Ahuad participou de evento em São Paulo e teve breve conversa com o presidente Jair Bolsonaro.

O governador da província de Misiones, Óscar Herrera Ahuad, cumpriu agenda em São Paulo, nessa segunda-feira (16), durante visita oficial ao Brasil. O cronograma incluiu breve diálogo com o presidente Jair Bolsonaro, que foi presenteado com pacotes de erva-mate e chá produzidos no lado argentino da fronteira.

Acompanhado pelo embaixador Daniel Scioli, Ahuad reuniu-se com executivos da montadora Hyundai, oferecendo Misiones como opção para a construção de uma fábrica na Argentina. “Misiones tem possibilidades, porque reúne características como população jovem, inovação e acessibilidade”, disse o governador, citado pelo jornal El Territorio.

A conversa com o presidente brasileiro ocorreu durante a passagem de Bolsonaro pelos estandes da feira Apas Show 2022, na capital paulista. “Com Bolsonaro, falamos do tema da construção da ponte entre San Javier e Porto Xavier (RS), além de integração regional e possibilidade de investimentos”, detalhou.

Ahuad também teve um encontro com dirigentes da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), posicionando Misiones como destino para investimentos industriais, enfatizando fatores como a localização, próxima aos mercados consumidores do Brasil e da Argentina e no coração das rotas de ligação entre os oceanos Atlântico e Pacífico.

Atualmente, o complexo industrial de Misiones é formado por empresas que exploram o setor agrícola, com destaque para a erva-mate; e para a celulose, com três grandes fábricas de papel. Em Eldorado, a 110 quilômetros da fronteira com Foz do Iguaçu, funciona uma unidade da brasileira Dass, que produz calçados para marcas esportivas.

Já a localidade mais conhecida da província, Puerto Iguazú, tem como destaque o setor turístico, compartilhando com Foz do Iguaçu o atrativo das Cataratas. Apesar dos impactos negativos provocados pela pandemia do novo coronavírus, a cidade segue como um dos destinos mais procurados pelos turistas em território argentino.

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Guilherme Wojciechowski - H2FOZ

Guilherme Wojciechowski é repórter colaborador do H2FOZ. E-mail: [email protected] - Veja mais mais conteúdo do autor.

-->