Presidente do Paraguai quer encontrar Lula na Ponte da Integração

Governo do país vizinho trabalha com a possibilidade de visita dos mandatários à ponte, em julho, durante a Cúpula do Mercosul.

Apoie! Siga-nos no Google News

O presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, quer encontrar seu colega brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, para um aperto de mãos na Ponte da Integração, no dia 4 de julho, em paralelo à agenda da Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul e Países Associados, que terá como sede a cidade argentina de Puerto Iguazú.

Leia também:
Ponte da Integração e Perimetral Leste: veja o andamento das obras em maio

Os detalhes da agenda ainda estão sendo definidos, havendo, segundo o jornal La Nación, predisposição para a visita à nova ponte, cujo cronograma de obras chegou a 99% ainda no ano passado. As vias de acesso, contudo, seguem com estágio entre 20% (Perimetral Leste, em Foz do Iguaçu) e 50% (Lote Urbano, em Presidente Franco).

Caso o encontro se concretize, não está descartada uma cerimônia de inauguração parcial da via, cuja primeira etapa prevê apenas a liberação da passagem de caminhões vazios (em lastre), uma vez que as estruturas necessárias para a fiscalização de cargas estão em fase de construção.

Em dezembro de 2022, os governos dos dois países chegaram a anunciar a inauguração da ponte, cancelada pelo Brasil por problemas de agenda do então presidente Jair Bolsonaro.

Lula e Mario Abdo Benítez estão entre os chefes de Estado confirmados para a Cúpula do Mercosul, que acontecerá nos dias 3 e 4 de julho, em Puerto Iguazú, no hotel localizado no lado argentino das Cataratas. Na ocasião, Alberto Fernández entregará a Lula a presidência semestral do bloco, exercida em sistema de rodízio entre os países-membros.

LEIA TAMBÉM

Comentários estão fechados.