Feriado tem grande movimento de turistas argentinos na fronteira

Movimento no acesso ao Parque Nacional Iguazú Argentina, em imagem compartilhada no Twitter pelo ministro de Turismo de Misiones, José María Arrúa.

Em todo o país vizinho, mais de 2,5 milhões de viajantes estão percorrendo os atrativos dos principais destinos turísticos.

O feriado prolongado de Semana Santa e Páscoa está rendendo bons frutos ao setor turístico na Argentina. No país como um todo, mais de 2,5 milhões optaram por viajar no período. A ocupação na hotelaria em Puerto Iguazú, um dos destinos mais procurados, está próxima a 100%. O movimento beneficia também o turismo de Foz do Iguaçu.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

De acordo com a concessionária que administra as visitas ao Parque Nacional Iguazú Argentina, 11.263 argentinos e estrangeiros passaram pelo atrativo na sexta (15). Os números são similares aos de 2019, última Sexta-Feira Santa antes da pandemia, quando 11.480 visitantes percorreram as trilhas da margem argentina do Rio Iguaçu.

Para todo o feriado prolongado, a expectativa na unidade é receber até 33 mil visitantes, maior fluxo turístico desde a emergência sanitária provocada pelo novo coronavírus. Para dar conta do movimento previsto, o parque argentino está atendendo das 7h às 19h. À noite, foi aberta a opção do Passeio da Lua Cheia, com reservas antecipadas.

Por outro lado, a chegada simultânea de famílias e grandes grupos trouxe problemas de logística, como falta de vagas de estacionamento (alguns motoristas tiveram de parar a mais de um quilômetro da entrada do parque), filas para embarque no trem e dificuldades para caminhar pela trilha de acesso ao mirante da Garganta do Diabo.

Viajantes relataram, também, problemas para reservar mesas nos restaurantes de Puerto Iguazú, que ficaram lotados. Na Ponte Tancredo Neves, a circulação de argentinos e brasileiros cresceu devido ao feriado e ao fim das exigências sanitárias (clique aqui para saber mais). Mesmo com o reforço de 25 funcionários para controle migratório, as filas têm sido constantes desde a noite da última quarta-feira (13).

Recuperação

Para incentivar o turismo interno, o governo federal argentino lançou o programa Previaje, que permite a compra antecipada de serviços turísticos com descontos e facilidades de pagamento. Puerto Iguazú foi o destino mais procurado, conforme destacou, em publicação no Twitter, Lisandro Pérez Losinno, coordenador da iniciativa.

“O destino mais escolhido por aqueles que viajam com o Previaje é Puerto Iguazú, na província de Misiones. É o momento ideal do ano para dar uma escapada às Cataratas. Bariloche, a segunda colocada, continua recebendo turistas no que foi uma das melhores temporadas de sua história”, comemorou Losinno.

Muitos dos turistas argentinos que estão em Puerto Iguazú aproveitam a oportunidade para cruzar a fronteira e visitar atrativos e lojas em Foz do Iguaçu e Ciudad del Este. Pelas ruas da Terra das Cataratas, desde quinta-feira (14), é possível observar um número considerável de veículos com placas argentinas.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Guilherme Wojciechowski - H2FOZ

Guilherme Wojciechowski é repórter colaborador do H2FOZ. E-mail: [email protected] - Veja mais mais conteúdo do autor.