Fronteira: confira os requisitos para entrar na Argentina por Puerto Iguazú

Ponte Tancredo Neves, entre Foz do Iguaçu e Puerto Iguazú. Imagem: Fernando Araújo/IBGE/Arquivo.

A Direção Nacional de Migrações (DNM), da Argentina, oficializou nesta semana os requisitos para que turistas e moradores da fronteira possam entrar no país, devido à queda de protocolos como exigência de vacinação contra a covid-19 ou exame do tipo RT-PCR com resultado negativo para o novo coronavírus.

De acordo com o comunicado disponível na página da instituição na internet (clique aqui para ler o original em espanhol), o sistema de Corredores Seguros, implantado em 2021, foi eliminado pelo governo do país, que determinou a reabertura dos pontos fronteiriços que permaneciam fechados e o retorno aos requisitos pré-pandemia.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

A Ponte Tancredo Neves, entre Foz do Iguaçu e Puerto Iguazú, está aberta 24 horas por dia, sete dias por semana, com os seguintes requisitos:

Exigências sanitárias

Se o objetivo for apenas dar um passeio na cidade argentina da fronteira, voltando no mesmo dia, não há nenhuma exigência sanitária. Exames negativos para covid-19 ou certificado de vacinação não fazem mais parte do protocolo.

Se a estada for superior a 24 horas ou se a intenção for viajar para outros destinos do país, é preciso preencher uma declaração juramentada (disponível aqui) e contratar seguro internacional de saúde, com cobertura para serviços de internação, isolamento ou transporte sanitário em território argentino.

Documentação

Para turistas brasileiros e moradores da fronteira, é necessária apenas a apresentação de RG original ou passaporte válido. Menores de idade devem estar acompanhados por pai e mãe. Em caso de ausência de um dos responsáveis, é preciso uma autorização por escrito. Como o documento com foto é obrigatório, mesmo bebês precisam de RG.

Argentinos

Cidadãos de nacionalidade argentina, que pretendam permanecer menos de 24 horas no país, devem apenas portar documentos de identificação. Se a estada for superior a esse prazo, no entanto, é obrigatório preencher a declaração juramentada (disponível aqui), no máximo dois dias antes da viagem.

Recomendações

Apesar de não haver a obrigatoriedade, a Argentina continua recomendando que quem for ao país esteja em dia com a vacinação contra a covid-19 e evite viajar caso esteja com sintomas de doenças respiratórias.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Guilherme Wojciechowski - H2FOZ

Guilherme Wojciechowski é repórter colaborador do H2FOZ. E-mail: [email protected] - Veja mais mais conteúdo do autor.