Motorista atropela jaguatirica no lado argentino das Cataratas

Animal foi mortalmente atingido enquanto cruzava a Rodovia Nacional n.º 101, no interior do Parque Nacional Iguazú.

Apoie! Siga-nos no Google News

Uma jaguatirica (Leopardus pardalis) foi atropelada e morta, na manhã dessa sexta-feira (15), no momento em que tentava atravessar a Rodovia Nacional n.º 101, no interior do Parque Nacional Iguazú, lado argentino das Cataratas do Iguaçu.

Leia também:
Jaguatirica prenhe morre atropelada em rodovia no lado argentino

De acordo com veículos de comunicação da cidade de Puerto Iguazú, como o portal La Voz de Cataratas, o atropelamento da fêmea da espécie ocorreu no trecho entre o posto de controle da Gendarmería Nacional Argentina (GNA) e o ramal de acesso à Área Cataratas.

O local é intensamente trafegado por motoristas que seguem em direção ao Aeroporto Internacional de Puerto Iguazú. O limite de velocidade no trecho oscila entre 40 e 60 quilômetros por hora, mas é frequentemente desrespeitado. O atropelador ainda não foi identificado.

“A velocidade não é respeitada, e se você anda a 40 ou 60, os próprios carros de órgãos oficiais, sem falar dos taxistas e vans de turismo, andam ‘a mil’ e ainda ficam bravos porque você está andando devagar em pleno parque”, relata a publicação do La Voz de Cataratas, em tom de indignação.

Projetos para a redução da mortalidade de animais no trecho, como a instalação de passarelas, túneis e redutores eletrônicos de velocidade, já foram apresentados em inúmeras oportunidades, sem nenhum tipo de implantação até o momento.

LEIA TAMBÉM

Comentários estão fechados.