Paraguai e Brasil destroem 11,6 mil toneladas de drogas em dois anos em ações conjuntas

Os dois países assinaram acordo na semana passada para fortalecer aliança - Foto: Divulgação/Senad

Crime organizado nas fronteiras é o principal alvo da parceria para operações e intercâmbio entre os dois países.

As ações conjuntas entre Paraguai e Brasil no combate ao crime organizado resultaram em 11.600 toneladas de drogas destruídas em dois anos, de 2019 a 2021. Os dados são da Agência IP, órgão oficial do país vizinho, citando números divulgados pelo governo federal brasileiro. Desse volume, 5,4 mil toneladas foram eliminadas apenas no ano passado.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

Leia também: Paraguai e Brasil assinam aliança para o combate ao crime organizado

Os dois países compartilham iniciativas na área de segurança pública para enfrentar o crime organizado em regiões de fronteira. No plano operacional, as intervenções envolvem a Polícia Nacional e a Polícia Federal, do Paraguai e Brasil, respectivamente, entre outros órgãos.

Na semana passada, representantes dos dois países firmaram um acordo para reforçar a cooperação entre as forças de segurança. Os objetivos principais são operações conjuntas, troca de informações, uso de tecnologia e fortalecimento de comitês binacionais nas fronteiras.

O documento assinado faz parte de uma articulação batizada de “Aliança Estratégica contra o Crime Organizado Transnacional”. Além de Brasil e Paraguai, outros governos do Cone Sul deverão ser convidados a fazer parte dessa ação conduzida pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Ao posicionar-se sobre as 11,6 mil toneladas de drogas destruídas, o Governo do Paraguai afirmou que o crime organizado “é um inimigo comum que não conhece fronteiras”, frisando o compromisso para ações na área. As regiões de fronteiras, tidas como de maior vulnerabilidade, devem seguir sendo o foco das iniciativas, disse a Agência IP.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.