Latam retoma voo direto entre Foz do Iguaçu e Rio de Janeiro (Galeão)

De Foz do Iguaçu ao Rio de Janeiro, duração do voo é de 1h55. Imagem: Divulgação.

Operação acontece às terças, quintas, sábados e domingos, com aeronave para 216 passageiros.

A companhia aérea Latam retomou os voos diretos entre Foz do Iguaçu e o Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro. A volta da operação, que acontece às terças, quintas, sábados e domingos, deve facilitar o acesso de turistas estrangeiros à Terra das Cataratas. Anteriormente, as únicas opções eram de voos com escalas.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

De acordo com informações disponíveis no site da companhia, do Galeão para Foz, a decolagem da aeronave Airbus A321, com capacidade para 216 passageiros, acontece às 11h55, com 2h15 de voo. Da fronteira para o Rio, a decolagem é às 14h50, com 1h55 de trajeto e chegada às 16h45.

Simulação feita pelo H2FOZ, na manhã desta quinta-feira (21), encontrou como tarifas mais baixas, no site da companhia, R$ 1.919,76 para a ida ao Rio e R$ 1.275,70 para a volta a Foz, com poltronas na categoria econômica e franquia apenas para bagagem de mão (máximo de dez quilos). Tais preços variam conforme a data e critérios da empresa.

Além de Foz do Iguaçu, a Latam voltou a operar a rota entre Florianópolis e o Aeroporto Santos Dumont (Rio de Janeiro), com 1h30 de duração. Outras conexões, como a ligação entre Curitiba e São Paulo, estão ganhando reforço, passando de 34 para 43 voos semanais em Congonhas e de 33 para 44 voos semanais em Guarulhos.

Impactos

O mercado aéreo brasileiro segue sentindo os impactos da pandemia do novo coronavírus, do aumento internacional nos preços dos combustíveis e da perda de renda da população. O Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu, que já chegou a ter mais de 30 voos diários, recebe hoje pouco menos da metade.

Em 2021, passaram pelo terminal aéreo iguaçuense 948.913 brasileiros ou estrangeiros, um acréscimo de 14,3% em relação a 2020, primeiro ano da pandemia. Em 2019, melhor ano da história para o transporte aéreo no lado brasileiro da fronteira, foram transportados 2.278.419 passageiros.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Guilherme Wojciechowski - H2FOZ

Guilherme Wojciechowski é repórter colaborador do H2FOZ. E-mail: [email protected] - Veja mais mais conteúdo do autor.