Paraguai faz operação contra membros do PCC presos no país

Iniciada nas primeiras horas da manhã, Operação Purgatio tem como objetivo entregar ao Brasil indivíduos de alta periculosidade.

Apoie! Siga-nos no Google News

Com o apoio das Forças Armadas, a Polícia Nacional do Paraguai deu início, nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (4), à Operação Purgatio, tendo como alvo indivíduos de nacionalidade brasileira, presos no sistema penitenciário do país.

Leia também:
Brasil alerta Paraguai sobre disputa envolvendo o PCC

Tais pessoas, de acordo com o Ministério da Justiça do Paraguai, são apontadas como integrantes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), possuindo alto grau de periculosidade.

Inicialmente, 25 ordens de transferência e/ou entrega à Polícia Federal (PF) brasileira estão sendo cumpridas em locais como a Penitenciária Regional de Ciudad del Este, onde cinco internos foram retirados de suas celas e conduzidos à cabeceira brasileira da Ponte Internacional da Amizade.

As demais ordens tiveram como lugar as penitenciárias de Pedro Juan Caballero (9 detentos), Coronel Oviedo (4), Concepción (3), Tacumbú (2) e Itapúa (2).

Na última semana de março, o Paraguai recebeu um alerta das autoridades brasileiras a respeito de possíveis agitações envolvendo membros do PCC, tendo como base disputas internas na hierarquia da facção. A operação desta quinta teria, precisamente, ligação com o aviso recebido.

LEIA TAMBÉM

Comentários estão fechados.