Passagens de ônibus têm reajustes de até 89% na Argentina

Na província de Misiones, autorização para a elevação das tarifas foi dada pela Subsecretaria de Transporte.

Apoie! Siga-nos no Google News

A Subsecretaria de Transporte da província argentina de Misiones autorizou, na última quarta-feira (20), reajustes de até 89% nas passagens de ônibus para trajetos de média e longa distâncias, após o corte de subsídios e as elevações no preço do diesel.

Leia também:
Medidas do governo Milei ameaçam turismo em Puerto Iguazú
– Gasolina tem novo reajuste nos postos de Puerto Iguazú
– Preço da carne dispara nos mercados e açougues de Puerto Iguazú

A medida vale para os serviços “Comuns”, “Diretos”, “Semidiretos”, “Direto Expresso” e “Direto Diferencial”, entre todas as cidades da província (exceto os trajetos metropolitanos, regulamentados de forma separada).

De acordo com o portal Misiones Online, a viagem de ônibus entre Puerto Iguazú e Posadas, com distância de 306 quilômetros e duração que varia entre quatro e seis horas, passou de P$ 6.000 para P$ 10.000, alta de quase 67%.



De fato, em consulta feita ao site da empresa Crucero del Norte, nesta sexta-feira (22), o H2FOZ encontrou bilhetes a P$ 9.800 para o serviço “Comum”, equivalente ao “Convencional” no Brasil. Ao câmbio de R$ 1 por P$ 180, tal tarifa equivaleria a R$ 54,45.

Com a aceleração da inflação prevista para os próximos meses, em decorrência da desvalorização da cotação oficial do peso, do corte de auxílios e do fim das políticas de controle de preços, a previsão é de reajustes mensais nas tarifas.

Entre janeiro e dezembro, as passagens de ônibus interurbanos na província de Misiones foram atualizadas seis vezes, somando alta de 169%, ligeiramente acima dos 160,9% de inflação interanual (últimos 12 meses) acumulada até o início de dezembro.

LEIA TAMBÉM