Socorristas argentinos procuram homem desaparecido no Rio Iguaçu

Trecho final do Rio Iguaçu, visto da margem argentina. Imagem: Google Maps / Street View
Siga a gente no

Testemunha relatou ter visto uma pessoa pedindo ajuda no trecho próximo à Ponte Tancredo Neves.

Socorristas argentinos estão mobilizados, desde o final da tarde de domingo (29), nas buscas por um homem que teria desaparecido nas águas do Rio Iguaçu. Por volta das 16h40, um trabalhador relatou ter visto, no trecho entre a Ponte Tancredo Neves e o porto internacional de Puerto Iguazú, uma pessoa sendo arrastada pela correnteza.

As informações ainda são preliminares. De acordo com o portal La Voz de Cataratas, “um jovem observou um homem entrando nas águas e, minutos mais tarde, pedindo ajuda ao não conseguir sair”. Já o portal Misiones Online registra que o homem, “logo depois de pedir ajuda, afundou e não voltou a sair à superfície”.

Os trabalhos estão sendo conduzidos pela Prefectura Naval, órgão responsável pelo patrulhamento das águas territoriais argentinas. Após interrupção no período noturno devido à falta de luz natural, a procura foi retomada na manhã desta segunda-feira (30), com o apoio de instituições parceiras.

Dados da estação de monitoramento hidrológico mantida pela Companhia Paranaense de Energia (Copel) próximo ao Hotel das Cataratas apontam que o volume do Rio Iguaçu, no momento do desaparecimento, era de 2.010 metros cúbicos por segundo (m³/s), acima da média para o mês de maio. Às 9h desta segunda, a medição estava em 1.670m³/s.

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Guilherme Wojciechowski - H2FOZ

Guilherme Wojciechowski é repórter colaborador do H2FOZ. E-mail: [email protected] - Veja mais mais conteúdo do autor.

-->