Carreata marca campanha contra violência à mulher

Denise Paro – H2FOZ

Uma carreata na região central, por volta das 16h desta quarta-feira, marcou a abertura da campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres. O registro de crimes de violência doméstica envolvendo vítimas femininas vem aumentando em Foz do Iguaçu. Neste ano, de janeiro a setembro, foram 1.551 ocorrências contra 1.359 no mesmo período do ano passado, o que representa aumento de 14,12%.

Organizada pela Comissão da Mulher Advogada de Foz do Iguaçu, a carreata – que percorreu as avenidas Brasil, República Argentina e parte do Polo Centro – também lembrou o Dia Internacional para Eliminação da Violência contra a Mulher, comemorado hoje.

16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres. Crédito: Adriana Vasconcellos Dandolini

Presidente da Comissão da Mulher Advogada da OAB/Foz do Iguaçu, a advogada Adriana Vasconcellos Dandolini diz que a carreata teve a finalidade de conscientizar e mobilizar a sociedade civil para alertar sobre os canais de atendimento e rede de apoio à mulher.

Realizada todos os anos entre 25 de novembro e 10 de dezembro, a campanha 16 Dias de Ativismo é uma iniciativa internacional da ONU Mulher.

Números

O que chama atenção nas estatísticas em Foz do Iguaçu é o aumento da lesão corporal no âmbito da violência doméstica e familiar. Foram 611 ocorrências neste ano e 508 em 2019, no mesmo período, conforme boletim da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SESP) – elevação de 20,28%.
A maioria das vítimas de violência doméstica tem entre 35 e 45 anos. O boletim de ocorrência também indica o crescimento de ameaça, injúria, vias de fato, entre outros casos.

Mais um dado preocupante é o aumento do descumprimento de decisão judicial relativa às medidas protetivas da mulher. Foram 98 registros neste ano contra 36 no ano passado – um acréscimo de 172,22% entre janeiro a setembro.

As mulheres que têm medida protetiva são amparadas pela Patrulha Maria da Penha, da Guarda Municipal. Até setembro deste ano, 968 mulheres haviam solicitado medida protetiva em Foz. Em 2019, durante todo o ano, o número chegou a 1.297.

Programação

A programação completa da campanha em Foz do Iguaçu pode ser conferida neste link:
https://mcusercontent.com/ef0f89f097b19ac73abc3aefa/images/ad466bbf-af46-47e4-afa4-7e2a1fcab7ad.jpg

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.