Inusitado: vencedor da loteria se veste de Darth Vader para receber prêmio

Um fato bastante inusitado ocorreu na Jamaica: o ganhador da loteria foi buscar o seu prêmio vestido de Darth Vader, famoso vilão da franquia Star Wars. O homem, identificado como W. Brown, utilizou a fantasia do seu personagem favorito para receber o prêmio. Segundo o Site The Jamaica Gleaner, W. Brown utilizou a fantasia para manter sua real identidade em segredo, e garantir a segurança da sua nova fortuna. Ele comprou a aposta premiada em maio e falou que utilizará o dinheiro ganho para ajudar sua família e pessoas próximas. “A vida sempre foi muito difícil. Eu venho de uma família pobre. Mas eu disse a mim mesmo que Deus me ajudaria um dia para que eu pudesse ajudar minha família”, disse o novo milionário.

Porém essa não é a única história inusitada sobre loterias. Esse nicho tem os casos mais incríveis e loucos que se podem imaginar, desde pessoas que perderam o bilhete premiado a ganhadores recordistas. Aqui vão alguns fatos curiosos sobre esse universo.

Casos curiosos

1 – Em uma pesquisa realizada na Grã-Bretanha ficou constatado que 99% dos vencedores continuam a jogar mesmo depois de ganharem uma bolada. Dentre essas pessoas, cerca de 70% acreditam que ganharão novamente. 

2 – Por acaso você conhece alguém que não gosta dos sorteios? No Brasil, muita gente discordaria dessa pessoa, já que só no ano de 2017 foram gastos pelos brasileiros R$  13,8 bilhões na loteria nacional. Esse valor é maior que o gasto com livros, música e diversos outros tipos de entretenimento. Já as apostas esportivas são outro nicho que vem ganhando cada vez mais popularidade dentre os brasileiros, e para conseguir um bônus com a dafabet é muito fácil, e com ele você não precisa gastar muito para iniciar sua jogatina.

3 – Dentre as ganhadoras da Mega-Sena, o local preferido para guardar o bilhete sorteado é dentro do sutiã. 30% delas afirmam que este é o local mais seguro para mantê-lo a salvo.

4 – Em mais uma pesquisa realizada na Terra da Rainha, constatou-se que cerca de 48% dos afortunados britânicos continuam a trabalhar mesmo após receber uma fortuna. Porém, em alguns outros locais do mundo esse número é bem maior, alcançando os 67%. Muitos entrevistados americanos disseram que não largariam seus empregos, mesmo se conseguissem US$ 10 milhões. 

5 – Algumas pessoas parecem não saber a sorte que têm. Nos Estados Unidos, cerca de US$ 2 bilhões não são recolhidos a cada doze meses pelos vencedores. Já no Brasil, esse valor é de aproximadamente R$ 320 milhões ao ano, quantia que representa 8% dos prêmios sorteados. Esse fato ocorre principalmente porque os felizardos têm somente 90 dias para reivindicar seus prêmios nas casas lotéricas – após esse prazo, o valor das premiações serão destinados para o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES).

6 – Certa vez, um contador polonês junto a um grupo de amigos em Dublin criou um plano para ganhar o sorteio Irlandês. Eles passaram 6 meses comprando bilhetes e fazendo todas as combinações possíveis, investindo cerca de 820 mil libras. No final, ganharam a premiação que sorteou 1,7 milhões de libras, e tiveram um lucro de 310 mil libras.

7 – Imagine sobreviver a 7 acidentes “fatais” envolvendo carros, trens e aviões. Essa é a história do croata Frane Selak, que já foi considerado o homem mais azarado e mais sortudo do mundo. Isso porque, além de sobreviver aos infortúnios, aos 73 anos ele fez as pazes com a sorte e levou uma bolada avaliada em R$ 4 milhões.

8 – Bill Morgan, um caminhoneiro australiano, foi considerado morto por 14 minutos após se envolver em um acidente, porém voltou à vida de forma milagrosa. Após o episódio, ele comprou uma raspadinha e tirou a sorte grande, levando um carro avaliado em US$ 27 mil. Mas isso não é tudo, pois uma equipe de TV soube da sua história e, em entrevista, sugeriu que ele recriasse o momento. Ao raspar um novo bilhete, Morgan levou um prêmio de US$ 250 mil.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.