Paraná projeta IPVA mais baixo para 60% dos veículos

Motivo é a tabela FIPE, referência para o cálculo, que registrou queda no valor médio da frota.

Apoie! Siga-nos no Google News

No Paraná, o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de 2024 terá valores médios mais baixos, na comparação com este ano, projeta o setor fazendário do governo. A queda no tributo deverá ser para 2,7 milhões de veículos, o que abarca 60% de toda a frota.

LEIA TAMBÉM: Estarfi pode ser acionado pelo WhatsApp em Foz do Iguaçu

Pela projeção, ainda, 650 mil veículos – 14% da frota paranaense – terão uma redução superior a 10% no valor do IPVA. As equipes da Receita Estadual e da Fazenda trabalham na atualização dos valores de referência para o cálculo do imposto, que será cobrado a partir de janeiro próximo.

O motivo da previsão de queda é a primeira versão da tabela de valores elaborada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE), com dados regionalizados para o Paraná. A chamada tabela FIPE registrou queda no valor dos veículos, tomando como base a referência média precificada.

As informações sobre os preços de veículos da FIPE são usadas em todo o país como uma referência aceita e confiável. “É utilizada por entidades governamentais, empresas do setor automotivo e consumidores para avaliar os preços e valores dos veículos no mercado secundário”, expõe a Agência Estadual de Notícias (AEN).

IPVA

Pela variação dos preços dos veículos entre outubro de 2022 e outubro de 2023, a média dos valores de referência dos automóveis caiu 1,67%, conforme a FIPE. Bens com menos tempo de fabricação são os que apresentam as maiores quedas.

Os veículos fabricados entre 2009 e 2022 apresentam redução média no valor de 2,29%, de acordo com o instituto de pesquisas. “Com a redução nos valores venais dos veículos usados, é esperado que o valor do IPVA cobrado em 2024 seja, na média, inferior ao valor cobrado em 2023”, diz Ezequiel Rodrigues dos Santos, coordenador da Inspetoria-Geral de Arrecadação da Receita Estadual.

Valor venal se refere ao valor de mercado de um veículo, é o preço pelo qual ele poderia ser vendido. Os dados que se tem até o momento representam uma média. A depender do ano de fabricação e do modelo, o valor de mercado pode ter apresentado valorização no período – algo que pode ocorrer com aproximadamente 40% da frota paranaense.

Em apenas 6% dos casos (pouco mais de 260 mil veículos), a elevação no valor mensurada pela FIPE será superior a 10%. “Não se esperam variações muito significativas, uma vez que já estamos próximos do fim do ano. A tendência de redução nos valores venais e, consequentemente, no IPVA é bastante clara”, avalia Ezequiel.

Frota

O Paraná tributa com o IPVA veículos fabricados de 2004 em diante. Segundo informações da Fazenda, até setembro de 2023 a frota tributável do estado era constituída de 5,8 milhões de veículos.

(Com informações da Agência Estadual de Notícias)

LEIA TAMBÉM
1 comentário
  1. Maurício Diz

    Incrível… Pensei que o Estado ia baixar esses impostos… Mas, é o mercado cedendo à verdade, que mostra o valor dos carros usados abaixo do que ele quer.
    A compra de carro novo é impraticável devido aos usados supervalorizados e o novo absurdamente caro. Dois carros novos populares equivalem a uma casa de 2 quartos… Esse é o Brasil

Comentários estão fechados.