Natal de Águas e Luzes já atraiu mais de 300 mil pessoas

Na Praça da Paz, amanhã, 31, tem o Réveillon, pra encerrar com festa 2021. Foto Marcls Labanca

Evento inclui agora o Revéillon na Praça da Paz e feirinhas simultâneas na Praça da Paz e no Gramadão.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

O Natal de Águas e Luzes, uma referência às Cataratas do Iguaçu, principal atrativo de Foz, e à usina de Itaipu, maior hidrelétrica em operação do mundo, atraiu até agora, 300 mil pessoas, ou seja, 16% a mais que toda a população da cidade, que tem 258.248 habitantes, segundo o IBGE.

Os dados mostram que o Natal de Águas e Luzes, em 11 pontos da cidade, incluindo a iluminação cênica inédita da Ponte da Amizade, fronteira do Brasil com o Paraguai, caiu mesmo no gosto popular.

Mas não é só para quem é “de casa”. Além dos moradores, o Natal tem encantado a população de cidades vizinhas, como as do Paraguai e da Argentina, e visitantes do Brasil inteiro.

No Gramadão da Vila A e na Praça da Paz, a circulação é grande todos os dias. E o que é melhor: quanto mais gente circulando, mais feirantes e ambulantes faturam com a festa. Só os feirantes quadruplicaram o faturamento. Eles ganharam o que não tiveram oportunidade em dois anos de pandemia.

Restaurantes e lanchonetes das imediações dos pontos de eventos natalinos são também beneficiados, com movimentos recordes devido ao grande público. Ganham, ainda, os motoristas de aplicativos e os taxistas, entre outros profissionais e serviços que atendem a população e os visitantes.

A concentração de pessoas ajuda os negócios de feirantes, ambulantes e também de restaurantes e lanchonetes. Foto Marcos Labanca

Os dias de maior movimento foram registrados na abertura da programação na Praça da Paz, quando a Cia do Sorriso atraiu um público de mais de 15 mil pessoas.

Números elevados foram registrados ainda nas apresentações da Banda Sinfônica do Exército, no Gramadão, nos dias 4 e 5, com mais de 10 mil pessoas; no show do cantor sertanejo romântico Daniel, no dia 19, com mais de 20 mil pessoas; e do padre Reginaldo Manzotti, no dia 22. O “padre que arrasta multidões” atraiu mais de 15 mil féis. No dia 23, o parque da Vila A também lotou com o show de encerramento.

Daniel, um show de talento e simpatia no Gramadão. Foto Marcos Labanca
Padre Reginaldo, que atrai multidões, cumpriu o slogan. Foto Marcos Labanca

Por dia, circulam pelos espaços natalinos mais de 5 mil pessoas. O turista que chega a Foz é recepcionado por luzes e pelo tema da fauna local, na entrada da cidade (rotatória da Avenida Costa e Silva) e no trevo do aeroporto.

Nas ruas, arcos decorativos cobrem o espaço por onde passou a Parada de Natal, para um público de 20 mil pessoas, em três dias.

A Avenida Brasil, maior “shopping a céu aberto” da cidade, decorada com presentes, com muitas luzes e laços, é outro destaque. A avenida tornou-se um ambiente agradável a acolhedor para compradores e visitantes.

E ainda tem as projeções mapeadas no Colégio Bartolomeu Mitre e na Paróquia São João Batista (Igreja Matriz). O “milagre de Natal” se repete na iluminação da Catedral Nossa Senhora de Guadalupe. No Terminal de Transporte Urbano, um espelho d’água pode ser usado para fotografar e tirar selfies.

Há ainda um aspecto social importante do Natal de Águas e Luzes. Só na entrada da roda-gigante, instalada no Gramadão, foram arrecadadas mais de 5 mil toneladas de alimentos e mais de 3,2 mil brinquedos, dois mil deles doados pela Receita. Comida e diversão que ajudarão a garantir o Natal e o Ano Novo de muita gente em situação de vulnerabilidade.

Parada de Natal, o atrativo deste ano que também encantou multidões. Foto Marcos Labanca

“MUITAS MÃOS”

“Isso comprova que o Natal também pode ser um atrativo, como vem acontecendo. O importante é que todos continuem nesse mesmo espírito em prol de um evento bonito para toda a família, com o engajamento de muitas mãos, como ocorreu agora, para podermos levar essa alegria a toda nossa gente”, diz o diretor-geral brasileiro de Itaipu, João Francisco Ferreira.

Quem também está feliz da vida com esse resultado exitoso é o prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro. “Todos contribuíram. Houve o grande patrocínio da Itaipu, um aporte da Prefeitura, a gestão do Fundo Iguaçu, a programação feita pela Fundação Cultural e a exaustiva divulgação desenvolvida pelas áreas de Comunicação Social da Itaipu e da Prefeitura, mais o marketing da Secretaria de Turismo. Com tudo isso, foi possível promover o maior Natal de todos os tempos.”

Diz ainda o prefeito que foi “um trabalho de muitas mãos, de muita gente, com comprometimento e paixão. Vamos em 2022 começar a nos preparar ainda mais cedo para que o Natal de Águas e Luzes entre no calendário oficial de grandes eventos de Foz. E, para isso, agradecemos a adesão do público e continuamos a contar com a parceria das entidades”.

A Ponte da Amizade, com as cores do Brasil e do Paraguai. Foto Marcos Labanca

FESTA DA VIRADA

E a festa ainda não acabou. A programação começou no início de dezembro e prossegue até 5 de janeiro. Uma das atrações mais aguardadas é o show da virada, na Praça da Paz, no dia 31. Ou seja, tem muita programação pela frente para se divertir e se encantar, diz o diretor da Fundação Cultural, Juca Rodrigues.

Ele lembra que toda a programação foi feita com muito carinho e respeito. “A ideia foi proporcionar espetáculos democráticos, inclusivos, independentemente do seu tamanho, até porque a festa é religiosa, mas inclui várias etnias e uma grande diversidade. No show do Daniel, por exemplo, muçulmanos também foram conferir a programação, dando o tom colorido e de integração da festa. E é isso que a gente quer, uma programação que seja inclusiva, voltada para todos os públicos”.

CUIDADOS SANITÁRIOS

A festa da virada de 2021 para 2022, na Praça da Paz, foi confirmada pelo Comitê de Enfrentamento à Covid-19 de Foz do Iguaçu, depois de uma avaliação da situação epidemiológica no município, que está com baixo número de casos, de internações e de óbitos pela doença. Mesmo assim, é obrigatório o uso de máscaras e vale a recomendação de higienização frequente das mãos e distanciamento social.

O Réveillon na Praça da Paz integra a programação do Natal de Águas e Luzes, uma realização da Prefeitura, Itaipu Binacional, Fundo Iguaçu, Fundação Cultural e parceiros. A festa começa às 19h, com a feira de Natal e uma grande diversidade de produtos e comidinhas dos feirantes de Foz, seguida por apresentações musicais, que continuam até a virada do ano.

E não esqueça: a decoração permanece em dez pontos da cidade até dia 5 de janeiro. Já a iluminação cênica inédita da Ponte da Amizade estica um pouquinho mais. Vai até o dia 15 de janeiro. E os passeios pelo Rio Paraná ganharam um incremento extra com a cenografia. Os barcos que oferecem o serviço têm lotações todas as noites.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

Assessoria

Este texto é de responsabilidade de assessoria da imprensa institucional e/ou empresarial. Veja mais conteúdo do autor.