Foz do Iguaçu já destinou 600 toneladas de donativos ao Rio Grande do Sul

Volume é de doações reunidas pelo Corpo de Bombeiros; tenente Giovane Valenga avalia a corrente de solidariedade que mobiliza a cidade. Confira a entrevista.

Apoie! Siga-nos no Google News


Um senhor, vendedor de algodão-doce, para na frente do centro que recebe donativos ao Rio Grande do Sul e oferece como ajuda a única coisa que possui no momento: R$ 50. Essa é uma das muitas facetas da verdadeira corrente de solidariedade em Foz do Iguaçu em prol da população do estado vizinho, devastado pelas chuvas.

LEIA TAMBÉM: Ajuda ao RS: campanha do Corpo de Bombeiros é prorrogada

Esse relato é do primeiro-tenente do Quadro de Oficiais Bombeiros-Militares, Giovane Fontes Valenga, ao Marco Zero, produção do H2FOZ e Rádio Clube FM 100,9. Ele é oficial-adjunto da Comunicação Social do 9.º Grupamento de Bombeiros, que foi convertido no principal centro de arrecadação de produtos para responder à calamidade no estado gaúcho.

ACOMPANHE A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA

O recurso do senhor não foi aceito, por certo, porém serve para ilustrar a força da generosidade. “É fora do que a gente esperava. Eu, particularmente, não tinha visto nada igual a esse envolvimento, mas estamos muito felizes de ver toda essa solidariedade”, revelou o bombeiro-militar na entrevista ao vivo.

São aceitas doações de alimentos, água, remédios, itens e produtos de limpeza e higiene, leite em pó, fraldas para criança e idosos. Conforme Giovane Fontes Valenga, o Paraná é líder em destinação de doações ao Rio Grande do Sul, e a regional dos bombeiros de Foz do Iguaçu é a do estado que mais envia donativos.

Tenente Giovane Valenga: “Muito felizes de ver toda essa solidariedade” – foto: Divulgação

“Até o momento, são 600 toneladas, só do quartel do Corpo de Bombeiros, que recepciona as doações”, convertido em centro logístico na região, explicou no Marco Zero. O tenente relatou que já foram enviadas 20 carretas, sendo mantida uma média de seis caminhões carregados por dia. “Várias carretas já descarregaram no Rio Grande do Sul, e muitas delas estão voltando para recarregar em Foz do Iguaçu”, frisou.

Ele agradeceu à comunidade e aos empresários, que colaboram com alimentação, tendas e outras estruturas no posto de arrecadação, assim como às transportadoras, que viabilizaram a logística de envio. “Somos uma engrenagem, se não tivesse esse apoio imenso da população não teríamos braços suficientes para fazer, de forma tão rápida, essa triagem, separação e despacho dos caminhões”, concluiu o tenente, destacando a importância dos voluntários que atuam na triagem.

Doações

Há vários pontos de arrecadação de donativos em Foz do Iguaçu. Os três endereços dos Bombeiros são:

  • Avenida Paraná, 5.725, Vila A, em frente à Catedral;
  • Rua Bartolomeu de Gusmão, 1.331, Maracanã;
  • Rua Cláudio Coutinho, 1.160, Morumbi II;

Para ser voluntário na triagem e separação, as pessoas devem comparecer ao batalhão da Vila A, entre 8h e 20h, determinando o tempo destinado à contribuição.

LEIA TAMBÉM
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.