Meteorologia prevê um Natal quente e sem chuva em Foz. E o Revéillon, como fica?

Pra quem gosta de calor e tempo mais seco, o Natal será uma delícia. Desta quarta-feira, 23, até sábado, 26, passando pelo Natal, tempo será no máximo parcialmente nublado, podendo chegar a extremamente ensolarado. Chuva? Nem pra refrescar

Temperaturas ficarão entre 33 e 34 graus (até 35 graus, segundo um dos serviços de meteorologia). E a mínima sempre acima de 20 graus.

Veja como será o dia de Natal, sexta-feira, de acordo com cada previsão:

Simepar: céu claro, temperaturas entre 21 e 34 graus.

AccuWeather: sol e poucas nuvens, temperatura entre 21 e 34 graus.

CPTEC/Inpe: parcialmente nublado, com o termômetro entre 22 e 32 graus.

Inmet: poucas nuvens, temperaturas variando de 22 a 35 graus.

Climatempo: Sol com algumas nuvens. Mínima de 21, máxima de 34 graus.

Uma nuvem a mais ou uma nuvem a menos, previsões muito parecidas. Dá pra falar em unanimidade.

Que não é unânime apenas pra esta quarta, 23. O Inmet fala em “possibilidade de chuva isolada”, hoje.

E O ANO NOVO?

Já os últimos dias deste ano deverão ser marcados por chuvas. Claro que uma previsão a essa altura é muito arriscada. E os meteorologistas sabem disso. Mas há uma tendência. E ela aponta pra isso. Quer dizer, mais ou menos. E o primeiro dia de 2021 ainda é uma incógnita.

Vejamos por serviço:

Simepar: chove de segunda, 28, até quinta-feira, 31. O dia 1º, ao contrário, terá sol.

AccuWeather: trovoadas terça e quarta, chuva e trovoada na quinta e trovoada localizada no dia 1º.

CPTEC/Inpe: chove na segunda-feira e chove também na sexta, dia 1º.

Inmet: só faz previsão até domingo, 27 (sem chuva até lá).

Climatempo: pancadas de chuva no domingo, na terça, na quinta e no dia 1º.

FESTAS

O que todo mundo espera pra 2021: que o mundo dê um chega-pra-lá no vírus. Imagem Pixabay

Tudo isso pode mudar em poucos dias. Quanto mais próximo do dia em que se faz a previsão do tempo, maior a possibilidade de acerto.

Mas, faça chuva ou faça sol, o importante é que estamos em época de festas. Sem muito o que comemorar, infelizmente, a não ser que termina o ano mais difícil para a humanidade neste século 21.

A esperança de um ano melhor, em 2021, passa pela garantia de que haverá vacinas e de que elas serão de fato imunizantes contra o coronavírus.

Não dá pra deixar de festejar com a família o Natal e o Ano Novo, independentemente de qual seja a situação que nos espera. Com certeza, será melhor que a atual.

Quarta está assim: nuvens e sol, com temperatura em elevação. Foto Patrícia Iunovich

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.