Moradora de Foz flagra instante em que raio atinge poste

No momento exato e no local certo para o flagrante. Foto Pamela Freitas/Arquivo Pessoal (veja embaixo a foto no formato original)

Foto foi publicada em site de meteorologia, que responde à questão: e se atingisse um carro?

Pamela Freitas, de Foz do Iguaçu, conseguiu fotografar um raio no instante em que ele atingia um poste de iluminação pública, na Avenida das Cataratas.

A foto foi publicada no site da MetSul Meteorologia, do Rio Grande do Sul, que noticiou os estragos provocados pelo temporal de sábado em Foz, quando os ventos passaram de 80 km por hora.

A matéria, assinada pelo meteorologista Luiz F. Nachtigall, responde a uma questão curiosa e importante: e se o raio tivesse caído sobre um carro, o que aconteceria aos ocupantes?

“As pessoas teriam escapado de qualquer lesão e muito possivelmente sequer teriam percebido a descarga”, responde o meteorologista.

Ele explica que os ocupantes do carro estariam protegidos pelo que se denomina, na Física, de Gaiola de Faraday. E destaca que não tem nada a ver com o fato de os pneus serem de borracha.

“Em uma Gaiola de Faraday, o campo elétrico interno de um objeto é zero devido à natureza condutora da superfície, espalhando as cargas na parte exterior e anulando o campo na parte interna”, diz Natchigall.

“No caso do carro, a lataria do veículo é a superfície condutora responsável e o interior do carro tem seu campo elétrico anulado. Especialistas em engenharia elétrica dizem que o carro não se trata de uma gaiola perfeita, mas suficiente para oferecer proteção.”

O mesmo princípio vale para os aviões. É muito raro um carro ser atingido por um raio, ainda mais quando está em movimento. Já com os aviões é diferente.

O meteorologista cita o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, segundo o qual cada avião comercial é atingido por um raio uma vez a cada 3 mil horas de voo e uma vez por ano. Isso ocorre durante decolagem ou aterrissagem, quando o avião está menos de 5 quilômetros acima do solo. Mas sem consequências, graças à Gaiola de Faraday.

Leia o texto original neste link

A foto de Pamela no formato original:

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ tem 1149 posts e contando. Ver todos os posts de Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

error: O conteúdo protegido !!! Este conteúdo e de exclusividade do H2FOZ.