Saúde bucal de cães e gatos: especialista em Foz aborda mitos e verdades

O tratamento odontológico para cães e gatos é seguro e eficiente, desde que realizado com responsabilidade.

Escovar os dentes é necessário? Cuidados após extração total? Há relação entre fratura e brinquedos? Amanda Furjan Rial explica sobre odontologia veterinária.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

A boa saúde bucal garante que cães e gatos possam viver mais e com uma qualidade de vida muito melhor. Essa é a importância da odontologia veterinária, uma das especialidades da Popvet Centro Veterinário – amplo, moderno e equipado hospital 24 horas para tratar os pets da família.

A médica-veterinária Amanda Furjan Rial explica sobre os mitos e verdades que envolvem a saúde oral dos bichinhos. Ela enfatiza e dá dicas acerca de medidas preventivas de doenças periodontais, que causam grande sofrimento, mas que podem ser evitadas ou tratadas.

O tratamento odontológico para cães e gatos é seguro e eficiente, desde que realizado com responsabilidade. Esse tipo de intervenção deve ser feito com o animal sempre anestesiado e por profissionais especializados, em um ambiente veterinário próprio.

O que parece pode não ser

“Uma boca que esteja aparentemente saudável, com dentes limpinhos e gengiva sem coloração diferente, pode esconder um problema bastante sério”, ressalta Amanda. “O cálculo ou tártaro dentário pode ficar escondido debaixo da gengiva e não ser visto facilmente”, exemplifica.

Isso justifica a importância do olhar clínico e de especialistas. “O atendimento com profissional específico é completamente diferente do realizado pelo clínico geral, por isso é tão necessário e especial que o animal seja avaliado por um dentista veterinário”, recomenda.

Extração de todos os dentes

A médica-veterinária desmonta outro mito difundido por quem não é especialista da área: cão ou gato que extrai todos os dentes precisa comer papinha para o resto da vida? “Não, não tem essa necessidade”, desvenda Amanda Furjan Rial.

Depois da cicatrização e da liberação do dentista veterinário, os pacientes podem voltar a comer ração seca, desde que ela seja de boa qualidade”, detalha. Esse alimento, adverte, deve ser de boa qualidade para que o pet a engula inteiro, sem mastigação.

Escovação dos dentes

“Escovação dos dentes dos animais é muito, muito importante, e todos devem fazê-la”, assevera a veterinária. A primeira preocupação é com a escova, que deve ser macia – pode ser o modelo usado por pessoas. “Uma dica é começar com gaze de algodão, molhado em água para a higienização”, orienta.

As pastas corretas para a escovação dos dentes de cães e gatos também devem ser observadas. “Uma mais econômica diminui a inflamação e a placa bacteriana. Já a enzimática, um pouco mais cara, é para o uso por tutores que não conseguem fazer a escovação em seus animais”, elenca a veterinária.

Fraturas ao brincar

A profissional da Popvet Centro Veterinário explica que os tutores devem ficar atentos para a relação entre fratura dos dentes, principalmente em relação aos filhotes, que mordem tudo. “Os brinquedos têm que ser específicos para cães e gatos, com cuidados redobrados com os cãozinhos”, pontua Amanda Furjan Rial.

Precisando, busque atendimento profissional e de qualidade!

Popvet Hospital Veterinário 24 Horas

Avenida Maceió, 23 – Jardim Petrópolis (Região Norte)
Foz do Iguaçu/PR
(45) 3028-2931
WhatsApp para agendamento
(45) 99142-2526
www.popvet.com
www.facebook.com/popvet
www.instagram.com/popvetfoz

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

NEGÓCIOS

Esta página faz parte da seção Negócios e não integra o conteúdo jornalístico do H2FOZ.