Prefeito Chico Brasileiro comunica licença do cargo para descansar

H2FOZ – Paulo Bogler

O prefeito Chico Brasileiro (PSD) enviou ofício para a Câmara de Vereadores comunicando que irá licenciar-se do cargo por duas semanas, no período de 30 de outubro a 13 de novembro. Segundo o documento (acessse aqui), o afastamento temporário da função será “a título de descanso”. 

O ofício comunicando a decisão foi lido na sessão ordinária do Legislativo realizada nesta quinta-feira, 15. Esse procedimento é obrigatório para os casos de licença do gestor, sendo previsto na Lei Orgânica do Município, a norma maior da cidade.  

Nas duas semanas em que permanecerá licenciado, o prefeito será substituído por seu vice, Nilton Bobato (MDB). A última licença de Chico Brasileiro do cargo foi em janeiro deste ano, por quinze dias.   

O período em que o gestor se afastará da Prefeitura de Foz do Iguaçu é diferenciado. A cidade está em processo eleitoral, com eleições marcadas para o dia 15 de novembro – dois dias após o retorno de Chico Brasileiro ao cargo. O prefeito participa da campanha, concorrendo à reeleição. 

Foz do Iguaçu está em estado de calamidade pública, devido à pandemia de covid-19. Essa circunstância de emergência está normatizada pelo Decreto Municipal nº 28.000, editado em 30 de março, previsto para vigorar até 31 de dezembro deste ano. 

No contexto da saúde pública, a reabertura da Ponte Internacional da Amizade, nesta quinta-feira, por exemplo, é uma decisão dos governos nacionais do Brasil e o Paraguai de grande impacto, que poderá ter reflexos nos próximos dias.

A própria equipe da gestão municipal afirma ser necessário reforço no sistema público de saúde como forma de antecipação a eventual aumento do número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus, decorrente do fluxo de pessoas na fronteira.
 

Ofício do prefeito lido durante sessão do Legislativo – foto Reprodução/Câmara de Vereadores

 

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.