Com chuvas, rodízio de água é suspenso em cidades da região

Chuvarada de janeiro trouxe alívio, e municípios saem da zona de risco de desabastecimento.

As chuvas que caíram no mês de janeiro promoveram alívio a moradores de várias cidades vizinhas que sofriam com o desabastecimento de água. A Sanepar suspendeu o rodízio que vigorava em localidades das regiões Oeste e Sudoeste.

Os municípios receberam chuvas em um volume acima da média histórica para o primeiro mês do ano. Na região, saíram da fase de alerta Cascavel, Medianeira e Três Barras do Paraná, relatou a Agência Estadual de Notícias (AEN).

“Os rios que abastecem as três cidades estão com níveis normais e estáveis. Assim, a partir de fevereiro fica suspenso o rodízio no abastecimento de água”, destacou a AEN. Somente em Cascavel, choveu mais de 400 milímetros, quantidade acima dos registros dos últimos dez anos para janeiro.

Assim como as chuvas, a colaboração da população contribuiu para a interrupção do rodízio de água. “As pessoas entenderam que o momento estava crítico e que necessitava ainda mais da participação e apoio de todos”, destacou a gerente-geral da Sanepar, Rita Camana.

Segundo ela, os moradores priorizaram o uso de água para atividades essenciais, como alimentação e higienização de ambientes.

Palotina, abastecida por poços e minas, vai permanecer em estado de alerta e com avaliação diária do sistema. “Mesmo com toda a chuva, esses mananciais não voltaram a ter estabilidade em suas vazões”, informou a agência do governo estadual.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.