Médico com registro cassado vai de clínica em bairro nobre para a Cadeia Laudemir Neves

Homem foi preso por exercício ilegal da medicina, durante a Operação AIFU, em Foz do Iguaçu.

Apoie! Siga-nos no Google News

Um homem de 48 anos foi preso em Foz do Iguaçu por atuar profissionalmente com o registro de médico cassado pelo conselho de classe. A detenção ocorreu durante fase da Operação AIFU (Ação Integrada de Fiscalização Urbana), que integra diversas forças de segurança pública, nesta semana.

LEIA TAMBÉM: Fiscalização encontra “boteco” dentro da cadeia no Paraguai

Ele é acusado dos crimes de exercício ilegal da medicina e falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais. O homem possui formação em medicina, mas não poderia exercer a profissão sem o registro em dia.

O acusado foi preso em flagrante atendendo em uma clínica de estética na região do Polo Centro, bairro nobre da cidade. Ele foi conduzido pelos policiais à Cadeia Pública Laudemir Neves, onde permanecerá à disposição da Justiça, relatou a Polícia Civil em Foz do Iguaçu.

“Durante a fiscalização, foram encontrados materiais e medicamentos em desacordo com as regulamentações da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária)”, completou. Segundo a instituição policial, não foi a primeira fiscalização a clínicas de estética realizada pela AIFU.

“Em outras oportunidades, equipamentos importados ilegalmente e produtos não permitidos pela Anvisa foram apreendidos”, reportou a Polícia Civil. Diversos estabelecimentos foram notificados a regularizar a situação nos órgãos responsáveis.

Forças integradas

A AIFU vistoria estabelecimentos públicos e privados quanto às normas para o exercício das respectivas atividades. As ações são aleatórias e envolvem forças de segurança e fiscalização de níveis municipal, estadual e federal.

LEIA TAMBÉM
1 comentário
  1. Murilo Teixeira Diz

    “um homem de 48 anos”.. aparentemente não tem nome o meliante né!? Ou será que apenas meliantes pobres tem nome divulgado!? Fica a questão..

Comentários estão fechados.